• Postado por Tiago

g---alagamentos-itajai---rua-pedro-fuck---nova-brasilia-.jpg-(82)

Tranqueira não deixava a água passar

Os moradores da Nova Brasília, em Itajaí, viram a coisa preta na manhã de ontem. Os entulhos, que desceram de cidades como Brusque, ficaram trancados na estrutura da nova ponte que seria construída no local e a água não tava escoando. Era tanto lixo que os moradores ficaram com medo e chamaram a secretaria de Obras pra dar um jeito na situação.

O comerciante Manoel Pedro, 49 anos, dono da Pele Indústria de Pescados, foi um dos moradores que chamou a prefa. ?Meu maior medo é que encha tudo e carregue minha firma?, conta Manoel. Ele disse que, por volta das 10h, vários moradores começaram a ver os entulhos garrados na ponte e dificultando a passagem da água. Resultado: o rio transbordou em alguns pontos e a água tava invadido as casas.

Às 11h, a Codetran trancou o trânsito e ninguém passava pela ponte da Nova Brasília, que liga a localidade ao bairro São Vicente. Duas escavadeiras hidráulicas, da secretaria de Obras, foram pro local fazer o serviço sujo. Elas ficaram no meio da ponte jogando os entulhos e os aguapés, que tavam presos na ponte, de um lado para o outro. ?O principal risco é que a água tava se represando e as casas da parte de cima estavam sendo atingidas?, contou o secretário de Obras, Tarcízio Zanelato.

O secretário explica que os entulhos vêm da região de Brusque e também há muitos aguapés que se enroscam na estrutura. Os peões da secretaria trabalharam das 11h às 16h. Parte dos entulhos foi jogada pro outro lado do rio e cerca de 140 caminhões de nojeiras foram retiradas das águas e despejadas num terreno baldio do São Vicente, que tá sendo feito de depósito provisório.

O secretário garantiu que os entulhos que seguiram no rio não incomodarão em outra parte do percurso das águas. ?Os entulhos não vão incomodar à frente, porque o material fica mais amontoado e a passagem da outra ponte é maior?, afirmou. Mesmo com a retirada, os barnabés ficarão de olho e se o lixo voltar a acumular, as máquinas voltam pro trampo.

Nova ponte

A situação da ponte da Nova Brasília só será resolvida com a construção de uma nova ponte. No governo Volnei Morastoni (PT), as obras pra nova estrutura chegaram a ser iniciadas, mas pararam antes da enchente do ano passado. Pra Tarcízio, o perrengue que tá rolando é porque a Caixa Econômica Federal não reconhece a obra como trabalho de emergência da última enchente e não libera a grana pra construção. ?As reportagens que serão feitas da retirada dos entulhos servirão como documento para ajudar no processo de liberação de recursos?, comentou o secretário.

Além da Nova Brasília, outra preocupação da secretaria de Obras é com um deslizamento de terra na praia Brava, no final da rua Júlio Kumm. ?Se amanhã parar de chover, vamos pegar forte nessa região e no Espinheiros, onde a terra desceu na rua?, adiantou Tarcízio. Outra preocupação da secretaria de Obras é com os buracos que tão se abrindo nas ruas. ?Temos muita pavimentação para recuperar em toda a cidade?, contou. Mas essa recuperação só será iniciada se a chuva der um tempo e as águas baixarem de vez.

  •  

Deixe uma Resposta