• Postado por Tiago

“Foi apenas ontem que tomei conhecimento do mais novo empreendimento em nossa cidade. O tão badalado, charmoso, elegante e blablablá… Brava Beach

Internacional. Nome pomposo mas será que os quase 200 mil itajaienses sabem do que se trata? Creio que não. Por aqui essas coisas ocorrem em ilêncio, enquanto nos preocupamos mais com o Porto…

Mas se assistíssemos ao Amaury Jr. saberíamos? também não. Procurem o video na internet. A primeira indignação! Eis que o repórter dos ricos e famosos esteve em BC para o lançamento do faraônico projeto… e aí que, em nenhum momento, Itajaí é citada como cidade sede. Apenas Balneário ganha destaque na telinha alem de outras bobagens…

Isso é um tapa na nossa cara. Afinal não enxergamos que Balneário sonha em estender todo aquele monte de prédio pra nossa cidade. Nesse vídeo isto fica explícito. Veja lá.

Mas e o impacto disto afeta quem? A população de Balneário Camboriú? Não, né! Esta obra ocupará 130 mi metros quadrados da brava, com cerca de 700 apês de luxo (dois por andar).

Vou parar por aqui, tá parecendo propaganda já. Imaginem o impacto, imaginem o aporte constante de cerca de mais seis mil pessoas na Brava. Agora imagine pra onde vai todo o esgoto? Pra Balneário Camboriú? Não, né! pra estação de tratamento? De onde? Fica tudo aqui, em Itajaí mesmo. Ali mesmo, na praia.

Mas e você, que mora aí no São João, no Dom Bosco ou outro bairro de Itajaí, tem aí 500 mil reais pra comprar um apê? Não, né! Não é a nossa realidade. Até porque já temos o previlégio de morar a minutos dali.

Tá, mas você vai à praia, não!? Creio que sim. E vai lá pra quê? Pra ver prédio? Ou pra tomar um banho na água limpa, na areia clara? Pra contemplar a bela paisagem que só a Brava tem? Acho que é por esta ultima opção. Mas saiba que com estes grandiosos empreendimentos, nós, cidadãos itajaienses, e todos os demais, perderão a vez… O cenário vai ser alterado, diga Adeus à Brava como só quem nasceu aqui conheceu. Quem nunca tomou um banho naquele riozinho?

Esgoto no lugar da água limpa, prédio no lugar do Canto do Morcego e em todas as morrarias. Milhares de guarda sóis e esteiras chics. A sua não caberá lá. Bem, mas você, assim como eu, pode comprar uma piscina e contemplar a parede de seu vizinho. Talvez uma pintura de paisagem que relembre a Brava de sempre, que deixará de existir. Aproveite agora que é inverno. As piscinas estão em promoção.

Procure questionar, procure uma ong, procure as reuniões do Conselho Municipal do Meio Ambiente, vá no Ibama e exija informações… Seja você um fiscal da vida. Zele pelo pouco de natural que ainda existe. Façamos a nossa parte.

Lembram da enchente? Não seja estúpido, a culpa é nossa! Pagamos o preço pelo progresso. Claro, o progresso é inevitável. Mas,então, que façamoscom sabedoria… cabe a nós a decisão.”

Ass.: Marcus M.

(Transcrito ipsis litteris)

  •  

Deixe uma Resposta