• Postado por Tiago

As peças em cerâmica, como vasos, panelas, boi-de-mamão e esculturas, que deram a São José o título de capital brasileira da louça de barro, terão a partir desta sexta-feira (15) um local para comercialização. O prefeito Djalma Berger e o superintendente da Fundação Municipal de Cultura e Turismo, Marcos Aurélio Rufino, inauguram hoje, às 20h, o Bazar da Escola de Oleiros, na rua Frederico Afonso, 5545, Ponta de Baixo, São José.

“Queremos valorizar esta tradição de transformar o barro em arte, um ofício que foi destaque na década de 40, e preservar o artesanato de referência cultural açoriana”, destaca Marcos Aurélio Rufino.

O bazar funcionará de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 14h às 19h, na Escola de Oleiros Joaquim Antônio de Medeiros. Os produtos são de autoria dos professores e alunos.

  •  

Deixe uma Resposta