• Postado por Tiago

INTERNA-POLÍCIA-PÁGINA-SETE---ABRE-p--caça-níquel-em

Maquinetas terão uma nova função nas mãos da garotada

A Univali entrega hoje aos pequerruchos do centro integrado de educação pública (Ciep) da Vila Real, em Balneário Camboriú, as primeiras 20 maquininhas papatrouxas transformadas em ferramentas de ensino. Depois de reformadas, as caça-níqueis, que antes serviam pros tansos perderem dinheiro a rodo, ganharam programas e jogos educativos e vão ajudar a criançada a aprender.

O projeto foi iniciado no ano passado, numa parceria entre a facul, a puliça militar, a dona justa, o ministério público e a prefa da Maravilha do Atlântico. Desde então, todas as papa-otários apreendidas pelos meganhas na city, e que tão em condições de serem reutilizadas, são repassadas pra alunada do curso de ciência da computação.

Foram desenvolvidos dois modelos de computadores, que serão usados pela pirralhada do ensino fundamental das escolas municipais. Os que serão doados ao Ciep, e que vão enfeitar o laboratório da escola, parecem com os que todo mundo conhece. ?Elas (as papa-trouxas) são quase iguais aos computadores que temos em casa. Então nós apagamos os jogos ilegais e instalamos programas educativos, internet e outros recursos úteis às escolas?, explica o cabeça do projeto, fessô Fabrício Bortoluzzi.

O outro modelo desenvolvido pela Univali usa a base de madeira da maquininha caça-níquel, que dá aquele ar de cassino fuleiro pras biroscas que exploram o jogo ilegal, e adapta a estrutura ao tamanho dos pimpolhos. Esse formato será usado nas salas de aula e em espaços como os pátios das escolas.

Haja colégio

No ritmo em que vão as apreensões de caça-níqueis pros lados do Balneário, não vai faltar serviço pra alunada da Univali que faz parte do projeto. De janeiro até agora, a puliça militar já guentou mais de 600 maquininhas. E a promessa é continuar combatendo firme a jogatina.

Desde o começo do ano, os meganhas de Balneário Camboriú estão desenvolvendo uma operação na cidade para tentar tirar de circulação as máquinas usadas pra enganar os trouxas da terrinha. Pra polícia, a jogatina vem aumentando na cidade porque o número de viciados também não para de crescer. Pra agradar os clientes, tem casas de jogos que chegam a oferecer café para os clientes.

  •  

Deixe uma Resposta