• Postado por Tiago

INTERNA-ABRE-PAG-22---s---volei-jei---foto-seth-cohen---21.10.09-(18)

Time de vôlei da escola João Paulo 2º teve dificuldade até pra ir pro jogo

Os jogos Escolares de Itajaí (JEI), assim como os outros da região, tão recheados de futuras promessas do esporte, que já figuram em seleções estaduais e nacionais de suas respectivas modalidades. Mas os jogos, nesse caso os peixeiros, também têm histórias de superação de algumas escolas, como a do João Paulo 2º, da rede municipal de ensino.

Como tem problema em conseguir transporte, como a maioria das escolas públicas, o colégio teve que recorrer a três carros, como o da diretora e o da secretária, pro time infantil de vôlei masculino chegar ao Salesiano, local do confronto de ontem. ?Vir de Coletivo é complicado?, justifica a diretora Daniela Toniazzo.

Junto com a secretária da escola, a diretora ainda teve outra missão na partida, a de técnica, mesmo que só na motivação. ?Mesmo não sabendo as regras, tem que ter alguém pra dar apoio pra eles?, garante. Como a professora de educação física da escola, Priscila Rodrigues, dá aula de manhã pra galera da João Paulo e trampa em outros lugares à tarde, não tinha como ela ficar no banco. ?Os jogadores só têm a base do vôlei, não é como o Salesiano. Fica difícil montar o time?, fala Priscila.

O jogo era uma pedreira, contra um time de tradição no vôlei, e os garotos do time infantil da João Paulo perderam por 2 sets a 0. Nada que preocupasse os jovens atletas da escola pública, que estavam felizes só por poder participar do JEI.

Nos outros jogos do dia, a primeira partida deu o que falar e foi a única disputada em três sets. Melhor pras meninas da equipe mirim do Caic, que derrotaram as minas do Salesiano. Um pouco mais tarde, o time mirim masculino do Salesiano reagiu e bateu um dos favoritos, o Unilíder. Em dois clássicos, um da rede pública e outro dos colégios particulares, bom pro mirim masculino da José F. Potter e do Fayal, que bateram Ariribá e São José, respectivamente.

Como gente grande

A impulsão do camisa número um do time infantil masculino do Salesiano até parecia que o faria voar quando atacava a bola na quadra adversária. Aluno do 1º ano do segundo grau, Thiago Sagaz, de 15 anos, começou a jogar futebol no colégio, mas pela chatice do técnico, como ele mesmo diz, foi jogar vôlei, esporte que pratica desde 2006. A mudança deu certo e Thiago foi campeão do JEI logo no primeiro ano no novo esporte. Com o destaque, em 2007 foi jogar pela Univali, que na época representava Itajaí em torneios estaduais. ?Penso em seguir carreira, jogar na Superliga e na seleção brasileira?, fala o moleque, apontado por seu técnico como um dos melhores jogadores do estado.

São José domina o atletismo

A pista sintética de Itajaí foi palco do primeiro dia do atletismo, só pras meninas. E quem levou a melhor foi o colégio São José, que venceu na classificação geral das categorias mirim, infantil e juvenil.

Depois de um dia inteiro dedicado às minas, hoje rolam as provas do atletismo masculino nas três categorias. O dia fecha com o revezamento 4×100 metros masculino juvenil.

  •  

Deixe uma Resposta