• Postado por Tiago

Preso há uma semana acusado de pedofilia, o ex-líder do grupo de escoteiros Desterro, da capital, segue na diretoria de investigações criminais (Deic), em Floripa. Thiago Silva Machado, 25 anos, teve sua safadeza descoberta depois que o pai dum dos escoteiros desconfiou que tava acontecendo alguma coisa estranha no grupo.

Ele foi expulso do grupo de escotismo após a polícia confirmar a prática de abuso sexual em imagens e conversas em salas de bate-papo registradas em seu computador.

Interrogado várias vezes nos últimos dias, Thiago confirmou suas preferências sexuais. Mesmo assim, garante que não é pedófilo, já que pra ele, ser pedófilo é ter prazer com crianças. O safado garante que o que fazia era manter papos quentes e trocar imagens com jovens com mais de 16 anos. Foi num desses interrogatórios que Thiago confirmou que gosta de furunfar tanto com homens quanto com mulheres.

Advogado de Thiago, Apóstolo Pitsica garante que o material que ele tinha no computador era enviado por pessoas desconhecidas. “Ele desconhecia quem eram essas pessoas e muito menos a idade deles. As conversas em salas de bate-papo comprovam que não teve em momento algum assédio e muito menos envolvimento dele com jovens por dinheiro”, defende. O advogado disse ainda que o cliente nunca teve relações com os jovens do grupo de escoteiros.

Três famílias de jovens escoteiros já procuraram a polícia por desconfiar que os filhos andaram sinroscando com Thiago. Os casos tão sendo investigados pela equipe do delegado Renato Hendges, da Deic e acompanhados pela delegacia da criança e do adolescente manezinha.

  •  

Deixe uma Resposta