• Postado por Tiago

INTERNA_15_abre-direita_esgoto-seu-guedes-fazenda_foto-dona-mariquinha-(4)

Guedes mostra as gambiarras que fez no encanamento de esgoto e o muro construído pelo vizinho

Um muro tá causando a discórdia entre dois vizinhos do Fazenda, em Itajaí. O cabeleireiro José Guedes dos Santos, 48 anos, morador da rua José Roberto Sagaz, tá brigando de foice com o dono de um terreno ao lado de onde mora. Depois que construiu a muralha, Fernando Stringari da Silva bloqueou o esgoto de Guedes e de outros moradores da rua. ?Ele tem que deixar o esgoto sair?, exige o cabelereiro. Já Fernando alega que o rival tá com a tubulação toda irregular e por isso não pode deixar o esgotão passar pelo seu terreno. A Famai já sabe do caso, mas disse que não pode simeter, já que são terrenos particulares.

Como tudo começou

O rolo começou quando Fernando iniciou a construção de sua casa e resolveu levantar o muro para separar o seu terreno do da vizinha. Guedes diz que há muitos anos a tubulação de esgoto da sua casa passa pelo terreno de Fernando. Pra compensar o vizinho, Guedes trocou as manilhas antigas por tubos de concreto, novinhos, e propôs ajudar na construção do muro entre os terrenos. O problema, diz o cabeleireiro, é que Fernando exigiu que a ajuda para a construção do muro fosse em dinheiro vivo.

Como Guedes não tinha grana, o vizinho levantou o muro e trancou sua saída de esgoto.

Lagoa de merda

A água fedida tá se acumulando na parte baixa do terreno do cabeleireiro e formando uma lagoa de merda. Guedes não sabe mais o que fazer. ?Já fui na prefeitura, registrei dois boletins de ocorrência na polícia, fui na Famai e até entrei com um advogado pelo estado. Mas ninguém resolve?, desespera-se.

Guedes tá tentando uma segunda opção pra escorrer a água de cocô: fazer com que o esgoto, ao invés de descer a ladeira do terreno, faça o caminho inverso e suba até outra extrema do lote.

Outra que tá sofrendo com o esgoto trancado é a aposentada Dalva Franco da Costa, 70. Ela mora ao lado de Guedes, mas na parte mais baixa da ladeira. ?Eu já nem faço mais comida aqui?, disse, apontando para um marca de infiltração da água de merda na parede da cozinha.

Dona Dalva já não suporta mais o cheiro nojento que grudou na sua casa. Mesmo não tendo nada a ver com a briga entre Fernando e Guedes, a velhinha é a mais prejudicada da história.

  •  

Deixe uma Resposta