• Postado por Tiago

CAPA-BASE---g---fenaostra-foto-rubens-flores-21out09-(1)

Noite de terça-feira: show com cantor gospel não atraiu muita gente pra festa da ostra

Se a vontade de comer ostra for muito grande e o destino programado for a 11ª edição da Fenaostra, que rola até domingo, no Centrosul, em Floripa, é bom o cidadão fazer as contas antes. Num piscar de olhos é possível torrar R$ 50 sem fazer força. ?Ficamos assustados com o preço já na entrada. Mas optamos por ficar porque é uma tradição pra nós virmos à Fenaostra?, conta a comerciante Lígia Ester, que teve na festa na terça-feira à noite.

A reclamação de Lígia faz sentido. Ao chegar ao Centrosul o estacionamento custa R$ 10. A entrada consome mais R$ 5. ?Um prato com meia dúzia de ostras gratinadas custa R$ 12. Vamos combinar que pra cidade que se gaba de ser o maior produtor nacional, este preço é um absurdo?, lamenta o estudante Andrei Silva.

Os preços na Fenaostra não mudam muito entre os restaurantes. ?Mas eu me nego a pagar R$ 15 num pratinho de paella. Ainda pouco devolvi um pastel de ostra que custa R$ 4 porque é muito pequeno?, acrescenta Andrei.

De acordo com o superintendente do instituto de Geração de Oportunidades (Igeof), Guilherme Pereira, o preço cobrado nos restaurantes foi decidido em comum acordo entre os comerciantes e está abaixo do que é cobrado pelos empresários em seus estabelecimentos convencionais.

Já sobre o estacionamento ele garante que não pode fazer muita coisa. ?Discutimos muito sobre o preço. Queríamos baixar para R$ 5 porque sabemos que o custo realmente é muito alto. Até a véspera da festa havíamos fechado em R$ 8, mas os administradores voltaram atrás e cobram este valor. A alegação é de que há risco de furtos e acidentes e com isso sobe o seguro?, diz.

Há duas áreas de estacionamento no Centrosul. Uma privada e outra que é tocada pela associação Florianopolitana de Voluntárias (Aflov). Ninguém quis dar as caras pra discutir sobre a garfadinha no bolso dos tarados por ostra.

Tá muito legal

Se o estacionamento e o rango na Fenaostra tão de saltar a butiá dos zoios, o mesmo não dá pra falar do artesanato. Este ano a comissão da festa caprichou. Foi mais criteriosa na escolha de quem tá por lá trabalhando. ?Os artesãos tiveram que fazer uma apresentação a uma banca que teve muito trabalho para selecionar os mais de 100 expositores?, conta Guilherme.

O superintendente garante que, só no primeiro final de semana, mais de 40 mil pessoas foram à Fenaostra. Ele ainda espera que o público supere as 200 mil pessoas até o encerramento. Pra isso, conta com os shows nacionais. ?Optamos este ano por trazer artistas que estão em destaque. O público no Bruno e Marrone foi excelente. Temos ainda César Menotti e Fabiano, Alexandre Pires, Jorge Aragão e outros?, conclui.

A programação da Fenaostra, atrações, concursos gastronômicos e do papa-ostra podem ser conferidos no saite www.fenaostra-floripa.com.br.

  •  

Deixe uma Resposta