• Postado por Tiago

A madrugada de ontem vai ficar marcada na vida de uma moradora do bairro Nossa Senhora das Graças, o Matadouro, em Itajaí. V.J, 21 anos, foi estuprada, por volta da meia-noite e meia, por Altair Visentaimer, 35, que a ameaçou com uma faca. Os moradores flagraram a safadeza e deram uma coça no tarado. No início da manhã, os policiais prenderam o traste.

A vítima tava descendo o morro do Matadouro, quando foi rendida pelo drogadinho. Ele mostrou uma faca e a ameaçou de morte. A guria foi obrigada a fazer o que o cara mandava. Eles entraram numa casa abandonada da rua e lá ele fez a festa. Depois de violentada, a muié aproveitou um vacilo do cara pra simandar.

Ela saiu correndo pela rua pedindo socorro pros vizinhos. Uma multidão se juntou pra dar uma lição no cara. Altair tomou uma coça tão grande, que ficou todo roxo. No meio da confusão, ele conseguiu escapar antes de ser linchado pelos revoltados.

Mais um susto

A moça foi até o hospital Marieta Konder Bornhausen, na manhã de ontem, pra fazer exames e tomar um coquetel pra tentar evitar a contaminação do vírus da Aids. Pra surpresa da muié, quando colocou o pé no hospital deu de cara com o estuprador. O traste tava lá pra silivrar da dor das porradas que levou.

Assustada, ela chamou a polícia Militar, que guentou o malandro. Altair foi levado pra depê, onde a polícia Civil descobriu que ele já tinha passagem por furto. Os tiras investigam agora se Altair já fez outras vítimas na cidade, ou se estava drogado e por isso resolveu fazer mal à moça.

  •  

Deixe uma Resposta