• Postado por Tiago

INTERNA-POLÍCIA-SETE---ABRE-p---ex-funcionario-do-cip-preso---corolla

Caranga tomada em assalto no Balneário foi encontrada em Camboriú

Um cara que deveria cuidar dos trastes-mirins resolveu mudar de profissão e se dedicar ao mundo do crime. O ex-funcionário do Centro de Internamento Provisório (CIP) de Itajaí, Marcel Alex dos Santos, 29 anos, foi preso na madrugada de ontem em Camboriú com um carango roubado. Ele também é suspeito de meter um assalto numa casa de Balneário Camboriú com outros três comparsas. Os vagabundos amarraram a família, cataram o que tinha de valor no local e fugiram com o possante.

Pelas 22h, quatro mequetrefes armados, aparentando ter entre 20 e 30 anos, pularam o muro da casa 223 da rua Maria Joaquina Correa e renderam os três integrantes da família. O dono da peixaria Stallone, A.A.S., 55 anos, sua muié e a filhota adolescente foram amarrados com cintos e fios de telefone e presos dentro de um quarto.

Os trastes recolheram tevê, celulares, relógios e ainda cataram R$ 2 mil em dindim e cheques que tavam dentro de um cofre. Os vadios também tentaram roubar uma caminhonete que tava na garagem, mas não conseguiram fazer o carro funcionar. Botaram tudinho dentro do Corolla da família, placa MFE 4966 (Balneário Camboriú), e siscapuliram.

Prisão de suspeito

Quatro horas depois, os meganhas em ronda viram o carango roubado do dono da peixaria transitando pelo centro de Camboriú, sendo escoltado pelo Classe A, placa CTI 4422 (Balneário Camboriú), que tava com o pisca alerta ligado. Assim que viram a baratinha, os dois possantes simandaram em alta velocidade. Eles passaram a mil pela rua Oscar Vieira, e foram pegos na rua José Rebelo da Cunha.

O ex-funcionário do CIP tava dirigindo o carro que tinha sido roubado da família e não teve nem como sisplicar. O cara recebeu a pulseira de aço e foi parar atrás das grades por receptação de veículo roubado.

Já o condutor do Classe A, Ezequiel José de Paula, 32, assinou um papéli e vai responder pra dona justa em liberdade porque deu apoio ao bandido durante a fuga. O cara tem passagem por roubo e sequestro.

Os homisdalei tentam descobrir agora se o ex-funcionário do CIP tá envolvido em outros assaltos que rolaram pela região, e quem são os outros vadios que atacaram a família da Barra.

Farmácia

Já em Itajaí, um malaco fez a limpa no caixa da farmácia Catarinense que fica na rua Estefano José Vanolli, no bairro São Vicente, na manhã de ontem. O bandido entrou na farmácia às 8h15, avisou que tava armado e foi direto ao caixa. Não satisfeito, o vagabundo também limpou o cofre da bodega. Com o dinheiro no bolso, o mequetrefe se mandou a pé. O valor roubado não foi revelado.

Os milicos foram chamados, mas não encontraram nem rastro do criminoso. O cara tinha cerca de 1,80 metro de altura, cabelos encaracolados, vestia jaqueta preta e usava boné. Uma pessoa que tava na rua viu o malaco entrando numa transversal da Estefano e sair correndo até sumir.

  •  

Deixe uma Resposta