• Postado por Tiago

iINTERNA-POLÍCIA-CINCO-ABRE-p--apreensão-de-arma-em-Balneário-Camboriú

Povão disse que malacos tavam dando demostração de força

Tem ex-meganha que tá jogando no outro time em Balneário Camboriú. Em menos de 12 horas, dois trastes que já fizeram parte da polícia militar foram grampeados por andarem maquinados com berros ilegais. Com um deles foi encontrado um verdadeiro arsenal de guerra, que tinha desde munição de pistola nove milímetros até uma granada de uso exclusivo das forças armadas.

Ontem, por volta das 13h, os milicos foram avisados de que tinha um mulambento se exibindo com uma pistola pelo bairro das Nações, a bordo de um Astra Sedan. Homis do Pelotão de Patrulhamento Tático (PPT) e de uma baratinha que fazia rondas por ali conseguiram parar a caranga na rua Paraguai.

O dono do possante é o ex-soldado da PM de Itajaí, Leopoldo Koch Junior, 33. Ele bem que tentou passar o migué e apresentou uma carteirinha de policial antiga, mas não conseguiu enganar os ex-coleguinhas de farda. Dentro do carro foi achada uma pistola calibre 380, registrada no nome do cara. Mas ele não tinha autorização pra andar passeando com o trabuco pelaí, e por isso ganhou o teje preso.

Os meganhas acharam que Leopoldo ainda tava escondendo alguma coisa e resolveram pintar em sua baia, na rua Paquistão. Dentro da casa foi achado mais um revólver calibre 38, sem registro, munições usadas em diferentes tipos de revólveres e pistolas, e até uma granada.

Leopoldo foi levado pra delegacia pra sisplicar e acabou guardado no cadeião da Maravilha do Atlântico. Ele vai fazer companhia a outro ex-milico que foi em cana pelo mesmo motivo, na noite de domingo. Yuri Ramiro Barkemeyer, 48 anos, foi guentado no bairro dos Municípios.

Era por volta das 19h30 quando os meganhas receberam a informação de que dois caras tavam aprontando alguma dentro de um carango, na Quinta avenida. Uma baratinha apareceu no local e grudou ao lado do Civic, placa CAY 3614 (Ribeirão Preto/SP), que tava estacionado na esquina com a rua Canoinhas.

Os milicos deram uma geral nos dois homens que tavam dentro do veículo e encontraram com Yuri um revólver calibre 38 recheado com 10 munições. O ex-sargento da PM ainda tentou conversar com os colegas e disse que tinha porte pra andar com o trabuco. Ele tirou uma carteirinha do bolso, apresentou papelinho, mas o documento tava com o prazo de validade vencido. Como não renovou o registro quando devia, em abril deste ano, Yuri foi levado pra delegacia.

O cara ainda tentou passar uma conversa pra cima dos policiais civis, mas não teve sorte. O milico acabou indo parar atrás das grades, acusado de porte ilegal de armas. Pelas informações da assessoria de imprensa da polícia militar de Balneário, Yuri foi excluído do quadro dos fardados no ano passado, mas o motivo não foi informado. O carro dele foi recolhido pelos policiais e entregue a um amiguinho do preso.

  •  

Deixe uma Resposta