• Postado por Tiago

INTERNA-9-ABRE-g---carteiro-(9)

Carteiros tão fazendo das tripas coração pra dar conta do recado

As agências dos correios de Balneário Camboriú, Camboriú e Itapema estão com um rombo danado. Faltam carteiros pra dar conta da demanda de cartas que são endereçadas as três citys. Pelas informações oficiais repassadas pela assessoria de imprensa dos correios da Santa & Bela, o perrengue deve durar até mês que vem. Enquanto isso, as contas chegam atrasadas e muito cidadão tem fervido a cabeça pra pagar as dívidas em dia.

O problema só tá rolando porque faltam oito carteiros pras três cidades. Pelas informações repassadas pelo assessor de imprensa Ary Martins, os Correios só vão voltar a contratar em setembro. Por ser uma empresa pública, precisa lançar edital de convocação e os selecionados têm que passar pelo crivo do ministério do planejamento.

O edital deve ser aberto apenas no início do mês que vem. ?Não podemos suprir a necessidade por enquanto, mas estamos trazendo pessoas de outras regiões pra atender essa lacuna?, garante. Ary relembra que, às vezes, os novos carteiros ainda não estão habituados com as localidades e necessitam de um tempo de adaptação.

Pro pessoal dos Correios, a falta de carteiros na região tá sendo motivada pelo crescimento econômico e social dos municípios. ?Cada carteiro atende um distrito e ali há um determinado número de ruas. Na medida que aumenta a população, aumenta a demanda?, explica. Ary não soube precisar quantos homens fazem o trampo de entrega de correspondências na região atualmente e há quanto tempo não rolam contratações.

Quem tá sofrendo com a falta de carteiros são os moradores do centro e bairro dos Estados, em Balneário, do centro de Camboriú e do bairro Morretes, em Itapema. Moradora da cidade da pedra, Emilia Ponquerolli já teve até prejuízo com o atraso na entrega das contas. ?Esqueci de pagar a fatura porque ela não chegou e agora estão me cobrando juros. É pouco, mas é um dinheiro que eu não devia pagar?, lascou, referindo-se à conta de uma loja de roupas.

Uma dona de casa que vive no bairro Morretes, em Itapema, e não quis se identificar, passou pelo mesmo problema com a conta do telefone fixo. ?Há dois meses é essa palhaçada. Tenho que pagar o telefone só pelo número do boleto porque não recebo fatura nenhuma.?, desabafou.

  •  

Deixe uma Resposta