• Postado por Tiago

INTERNA_12_coluna-direita_-arvore-da-rua-camboriu_foto-hermione-granger-(1)

O corte é duma figueira no centro

Revoltado com o descaso das otoridades. É desse jeito que o estudante Rodrigo Muller, 32 anos, tava ontem quando ligou pro DIARINHO. A cabreirice é porque ele presenciou ontem uns peões, junto com o pessoal da Fundação do Meio Ambiente de Itajaí (Famai), cortando árvores centenárias que ficavam num terreno particular da esquina da rua Camboriú com Tubarão, no centrão de Itajaí. Bagrão da Famai disse que os fiscais apareceram lá pra parar a detonação da árvore, já que a licença pro corte tava vencida.

Rodrigo, que mora na rua Lauro Müller, disse que ouvia o barulho da motosserra primeiro podando as árvores pra depois arrancar tudin, tudin. O estudante afirma que foi questionar o pessoal da prefa sobre o corte e ficou dicara quando soube que o órgão responsável por cuidar do meio ambiente emitiu autorização pro corte.

A única coisa que Rodrigo pode fazer, acredita, é mostrar ao povo o que as otoridades de Itajaí tão fazendo com o pouco que resta de verde no centro da cidade.

O estudante lamenta que a intenção do dono do terreno é fazer mais um edifício chiquetoso em Itajaí. ?Esse terreno era um dos únicos no centro em que nunca foi construído nada, um terreno virgem?, disse, injuriado.

Autorização vencida

Jonas Pereira, diretor de fiscalização da Famai, disse que os funcionários do órgão foram ao local pra dar uma pausa no corte da árvore e não acompanhar o serviço, como disse o leitor. A Famai parou o corte, porque o alvará, em nome de Sérgio Luis Albino, tava vencido.

Agora o órgão fará uma nova avaliação pra depois decidir se autoriza a continuação do corte. Mas Jonas diz que é provável que a licença seja renovada.

O alvará que a própria Famai concedeu foi liberado em 14 de abril e tinha validade para apenas 60 dias. A permissão era pra cortar uma figueira exótica. No terrenão, a Reality Empreendimentos Imobiliários levantará um prédio, que já tem o canetaço positivo da Fundação do Meio Ambiente de Santa Catarina [Fatma].

  •  

Deixe uma Resposta