• Postado por Tiago

A fundação do Meio Ambiente de Itajaí (Famai) fechou ontem a empresa de limpeza de fossa Guaratã, que faz tratamento de esgoto doméstico na cidade. O problema tá na estação de tratamento de esgoto, na Canhanduba, que tava fora dos padrões ambientais e criando riscos de poluição da água que os peixeiros consomem.

De acordo com o diretor de fiscalização da Famai, Jonas José Pereira, a empresa foi fechada porque não tava atendendo a legislação ambiental. A Guaratã recolhe esgoto de casas e prédios e leva os chamados efluentes para sua estação e devolve tratado pro meio ambiente. Mas, segundo o fiscal da Famai, os problemas estariam justamente nesta devolução, já que a estação não tava nos padrões adequados e o esgoto tava voltando podrinho pra natureza. “Não poderíamos deixar a empresa aberta até ela se readequar, porque poderia poluir o lençol freático”, sisplicou o barnabé.

Esta é a segunda vez que a empresa é interditada só neste ano. Os proprietários vão enfrentar um processo ambiental, a empresa será multada, denunciada ao Ministério Público Estadual e só poderá voltar a trabalhar quando cumprir as exigências ambientais.

  •  

Deixe uma Resposta