• Postado por Tiago

Dois corpos foram encontrados, na manhã de ontem, no bairro da Barra do Aririú, na Palhoça, Grande Floripa. Um deles tava dentro de uma vala, outro, boiando num riacho. A polícia acredita que os assassinatos estão ligados e rolaram por causa do tráfico de drogas. O corpo que tava na vala era de Magaiver da Silva, 19 anos, que foi encontrado por um homem que tinha saído de casa pra trabalhar.

Ele chamou a polícia, que isolou o lugar pra perícia assuntar. O corpo foi levado pro IML de Floripa, onde descobriram que tinha marcas de estrangulamento e um pancadão na cabeça. A raça do bairro ficou toda em volta do cerco policial, assustada com o crime.

Testemunhas disseram que Magaiver era usuário de drogas e incomodava os meganhas da Palhoça desde quando era dimenor. Uma hora depois, a cerca de 30 metros de onde foi encontrado Magaiver, acharam boiando o corpo de Valdelino Osni da Rosa, 22, no rio lamacento que corta o bairro. Ele também tinha marcas de pancadas na cabeça.

Valdelino tinha acabado de sair de uma clínica de reabilitação pra viciados em crack. Na depê da Palhoça, os tiras acreditam que os dois crimes possam ter ligação porque os caras se conheciam e gostavam de usar a pedra do dêmo.

  •  

Deixe uma Resposta