• Postado por Tiago

A cartolagem do Ferroviário tem mais sorte do que juízo. O time, único representante de Itajaí na copa Vale Europeu de futebol amador, tinha perdido seis pontos porque sua diretoria fez merda e escalou um jogador irregular, mas agora a peixeirada terá sua pena reduzida pela metade. Com isso, o clube se garante no quadrangular final da competição, como segundo melhor do turno.

Na tarde de quarta-feira, o técnico do Ferroviário, Luciano Costa, foi até a terra dos alemons, na sede da liga Blumenauense de Futebol, pra mostrar que a punição imposta ao time era exagerada. Ele se baseou no artigo 182 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), que manda reduzir pela metade punições pra atletas e clubes amadores. “Esse artigo não foi levado em conta em primeira instância, porque os auditores estavam usando o código antigo. Como eu já portava o novo código, mostrei as mudanças e os auditores entenderam que realmente houve falha e reduziram a nossa pena pela metade”, explica Luciano.

A versão do treinador foi confirmada ontem por Ricardo Moreira, secretário da liga dos alemons. “A decisão será homologada semana que vem e o Ferroviário estará garantido no quadrangular final como o segundo colocado do turno”, destaca Moreira.

Entenda o caso

No dia 15 de outubro, a junta de Justiça Desportiva da liga blumenauense tirou seis pontos do Ferroviário por escalar um jogador irregular na partida contra o Passo Manso/Vera Cruz, de Pomerode, ainda no turno. Os cartolas da equipe itajaiense botaram em campo um atleta que não tava inscrito, com a identidade de outro boleiro que tava regular mas não foi pro jogo. Com isso, Passo Manso e Blumenau se garantiriam no quadrangular pelas melhores campanhas na primeira fase da competição. Com a reviravolta no caso, o Ferroviário fica com a vaga do Blumenau.

Vem mais punição

Apesar da vitória parcial nos bastidores, é bom a diretoria do Ferroviário parar de fazer besteira, pra não ferrar divez o time em campo. Pelo amador de Itajaí, o Ferroviário escalou atletas irregulares no jogo do fim de semana, contra o Ipiranga, e ainda abandonou o gramado depois do técnico e presidente Márcio ser expulso. Será mais um julgamento pro Ferroviário, que faz bonito quando joga, mas feio quando tenta levar vantagem fora das quatro linhas.

  •  

Deixe uma Resposta