• Postado por Tiago

Mais que um casamento comum, a união entre o filhote de tucano Leonel Pavan Júnior e a belíssima Karoline dos Santos tem tudo para se tornar um dos eventos políticos mais importantes do ano. Numa tacada só, o vice-governador Leonel Pavan (PSDB) pode ter a presença ilustre dos pré-candidatos à presidência José Serra e Aécio Neves, além de senadores e deputados federais do partido que irão se jogar lá de Brasília só para dar um tapinha nas costas do Pavan e de seu pimpolho. A cerimônia chiquetérrima está programada para as 19h30, no Hotel Recanto das Águas, na praia Brava, em Balneário Camboriú.

Para a prefeita de Camboriú, Luzia Coppi Mathias (PSDB), o casamento, antes de mais nada, é um ato familiar, mas não deixa de ter sua importância política, já que reúne as maiores lideranças do partido e até de outros partidos da aliança entre DEM, PSDB e PP. “Por seu perfil arrojado e agregador, o Pavan acaba reunindo diversas outras personalidades políticas entre seus amigos. Com certeza ele é o nome mais forte dentro da tríplice aliança e com certeza irá ser eleito governador no ano que vem”, disse a prefeita, que também foi convidada para a boca-livre.

Já para o vereador Dão Koeddermann (PSDB), o prestígio de Pavan com o meio político acaba desmentindo as pesquisas de intenção de voto ao governo do estado que foram divulgadas até agora. “Essas pesquisas são direcionadas. Uma é da RBS, que é claro que ia colocar o Amin na frente, e a outra, a da RIC, foi feita no Planalto Serrano, e é claro que o Colombo tem que sair na frente. Quando uma pesquisa global for feita, as pessoas verão que ele é o candidato com mais força. Prova disso são os nomes que estarão neste casamento”, afirma.

  •  

Deixe uma Resposta