• 21 maio 2009
  • Postado por Tiago

CONTRA---Gutavo-Machado

Surfista peixeiro garante vaga na próxima fase do Oakley Pro Junior

O destaque peixeiro do segundo dia do Oakley Pro Junior foi o surfista Gustavo Machado, que conseguiu a classificação para a terceira fase do torneio, que vale também como última etapa do campeonato brasileiro sub-20. Na última bateria do dia, o surfista conseguiu despachar o também catarinense Guilherme Carvalho e garantiu um lugarzinho entre os 32 melhores atletas da competição. Os itajaienses Jonatan Busetti e Matheus Navarro ainda têm chances de chegar à próxima fase. Os dois caem hoje pela manhã nas águas da Atalaia, nas baterias de repescagem.

O dia de surfe não começou muito bem para os três atletas de Itajaí. Depois de terem passado pela triagem no primeiro dia de competição, os peixeiros não conseguiram bons resultados nas primeiras baterias do dia e foram parar todos na repescagem. Jonatan Busetti foi desbancado pelo capixaba Rafael Teixeira, o baiano Franklin Serpa levou a vaga na bateria disputada por Mateus Navarro e Gustavo Machado, apesar de ter feito boa pontuação, não conseguiu superar o também catarinense Caue Wood.

Os destaques das 16 primeiras baterias do dia foram o paulista Miguel Pupo e o potiguar Jadson André. Pupo conseguiu a melhor onda do campeonato até agora: 8,83. ?Treinei muito para este campeonato e quero ir até a final?, falou.

Jadson André emplacou o maior pontuação em uma bateria, a soma das duas nota deu 15,17 pontos. ?O mar melhorou, tem altas ondas hoje e estou amarradão por conseguir passar minha primeira bateria?, disse, já classificado pra terceira fase. ?Quero continuar assim, pegando as ondas certas para vencer as baterias e quem sabe ir até a final para levar o campeonato?, completou.

Dos 16 cabeças-de-chave que enfrentaram os classificados das triagens, nove caíram pra repescagem. Entre eles, alguns favoritos ao título do Oakley Pro Junior como os irmãos catarinenses Alejo e Santiago Muniz, o atual campeão sul-americano sub-20, Alex Ribeiro, os paulistas Wiggolly Dantas e Matheus Toledo e o carioca Jerônimo Vargas.

Festa na repescagem

Depois de uma manhã decepcionante, a torcida local fez a festa nos molhes da Atalaia, na última bateria do dia. O peixeiro Gustavo Machado entrou na água pra enfrentar outro catarinense: Guilherme Carvalho. A bateria começou melhor para Guilherme, que conseguiu uma nota 3,67 na primeira onda e abriu vantagem. Mas já na segunda onda, o peixeiro conseguiu uma nota 5,67 e pulou na frente pra não mais perder a liderança.

Faltando 40 segundos para o final da disputa, Gustavo conseguiu um série de três batidas seguidas, uma rasgada e mais um ?floater? ? que é quando o surfista consegue flutuar na crista da onda. As manobras valeram a nota 7,00 e garantiram a classificação do atleta, enquanto a torcida local fazia a festa.

Na saída, Gustavo foi aplaudido e cumprimentado pela galera. O garoto de 14 anos, que mora em Cordeiros e estuda no Fayal, tá acostumado com as ondas da Atalaia e acredita que isso pode lhe dar alguma vantagem em relação aos competidores de fora. ?As ondas tão melhorando e espero chegar até a final no domingo?, disse o garoto, antes de deixar a praia, no finalzinho da tarde.

Hoje os outros dois itajaienses disputam a repescagem. Jonatan Busetti enfrenta o paranaense César Teixeira na terceira bateria do dia e Matheus Navarro tenta uma vaga na próxima fase contra o paulista Caio Ilbeli.

Vaguinha pra Bali

Além de decidir o título de campeão brasileiro sub-20 da temporada 2009, o Oakley Pro Junior leva os dois finalistas para participarem do Oakley Global Challenge, em outubro, em Bali, na Indonésia. Além do Brasil, rolam seletivas na Austrália, Estados Unidos, França, Japão, África do Sul e Indonésia. Os 14 classificados juntam-se a mais seis convidados pela Oakley pra disputar a competição que, no ano passado, foi vencida pelo havaiano Dusty Payne.

  •  

Deixe uma Resposta