• Postado por Tiago

Acompanhei a matéria vinculada no DIARINHO sobre o Exaltasamba. Como um jornal que preserva sua identidade no sentido de divulgar as notícias com precisão e responsabilidade, abrindo espaço para as partes se manifestarem.

Isso aconteceu, e os leitores tomaram conhecimento da matéria inclusive dos familiares do autor, se manifestando sobre a verdade dos fatos. Só não concordo, como músico, a maneira que a banda se posicionou.

Foi lamentável que o líder da banda use, no momento de apresentação, insistir para que o público vaiasse o DIARINHO. A incitação do povo demonstrou a pobreza de espírito da banda, a fraqueza de um líder, na emoção, causada quem sabe pelo etílico, possa prejudicar a imagem de um grupo musical, que até agora tinha o respeito dos fãs e apreciadores.

É bom lembrar que sempre tiveram o respeito em nossa região, quando aqui buscam garimpar o sustento e a sobrevivência de uma organização musical, de projeção nacional. Não é o público que lá esteve que apoia esse lamentável episódio, inflamado no momento de uma apresentação pública, onde a juventude na maioria sempre obedece, quem na euforia do poder de um microfone, possa a vir causar revolta e incitamento, mas o cidadão que paga os ingressos e espera assistir um espetáculo digno e não um ato de represália. Se a banda desconhece o DIARINHO, então é bom que compre o InfoExame para saber do poder da notícia e a projeção do MACRIADO, que nos 30 anos sempre trabalhou em prol da sociedade e merece mais respeito.

Ass: Sebastião L. Silva

(Transcrito Ipsis Litteris)

  •  

Deixe uma Resposta