• 21 out 2009
  • Postado por Tiago

CONTRA-ABRE---s---figueirense-x-vila-nova---meia-fernandes-foto-rubens-flores-17jul09-(1)

Alvinegro ficou com um jogador a mais, mas conseguiu tomar gol no fim e perdeu por 2 a 1

Durou apenas uma rodada a estada do Figueirense no grupo dos quatro melhores da Segundona, que sobem pra elite do futebol nacional em 2010. Na noite de ontem, no estádio Serra Dourada, em Goiânia, o time manezinho perdeu por 2 a 1 pro Vila Nova e caiu pra quinta posição na tabela, mantendo os mesmos 51 pontos. O Alvinegro deixou o G4 porque o Atlético/GO fez 2 a 1 no Fortaleza, fora de casa, e chegou aos 53. Já o Vila subiu pra 42 pontos e se afastou um pouco mais da temida zona de rebaixamento.

O Figueira começou inticando os donos da casa logo no primeiro minuto. Schwenck arriscou de fora da área, pra boa defesa do goleiro Max. Aos cinco foi a vez de Maicon bater rasteiro, pra outra vez encontrar o arqueiro do Vila.

Após o lance, o time goiano acordou e passou a tomar as ações do jogo. Aos 14 minutos, Dida cruzou da direita e Otacílio testou por cima, com perigo. Quase em seguida, mais uma vez Dida avançou e cruzou, mas a zaga do Figueira cortou na hora H.

A pressão do Vila Nova era grande e aos 22 minutos o time abriu o placar com o volante Claudinho Baiano. Após cobrança de escanteio, ele saltou livre na área e cabeceou no canto. O mesmo Claudinho quase ampliou três minutos depois, mas o goleiro Wilson salvou o time manezinho.

O Furacão só voltou a levar perigo aos 35, depois que Egídio cobrou falta e quase surpreendeu Max, que tava adiantado, mas conseguiu espalmar pra fora. No lance seguinte, a equipe de Floripa deu muita sorte. Alex Dias apareceu livre, na cara de Wilson, mas conseguiu chutar pra fora.

Empatou, mas bobeou

Os jogadores do Figueirense devem ter tomado uma mijada do técnico Márcio Araújo no vestiário, pois o time dominou o segundo tempo. Logo aos quatro minutos, Rafael Coelho, que finalmente voltou a jogar, perdeu gol incrível. Ele saiu de frente pra trave, mas tentou driblar o goleiro e saiu com bola e tudo.

As coisas melhoraram pro time de Floripa depois que o volante Allison deu uma botinada em Fernandes e foi expulso, deixando o Vila com 10. Rafael Coelho tentou se redimir aos 32. O atacante recebeu passe de Fernandes e chutou no canto, pra ótima defesa de Max. Mas três minutos depois, Rafael Coelho finalmente marcou e deixou tudo igual, tocando na saída do goleiro. Foi o 13º gol dele na Segundona, agora vice-artilheiro da competição.

O Figueira se lançou todo pro ataque, mas foi castigado no fim, mais precisamente aos 43 minutos. Após bate-rebate na área alvinegra, Egídio cabeceou pra trás, Flávio disputou no alto e testou no canto esquerdo de Wilson: 2 a 1 pro Vila.

Na próxima rodada, o Figueirense encara a Ponte Preta. O jogo rola sábado, no estádio Orlando Scarpelli, em Floripa, e a vitória é fundamental pra equipe manezinha tentar voltar ao G4.

  •  

Deixe uma Resposta