• Postado por Tiago

abre-p2-suely-mesquista

Bela entre os feras: Sueli Mesquita é uma das duas que vão dar oficinas

Enquanto a galera se esbalda na Marejada, o DIARINHO já tá de olho na próxima maratona cultural da city peixeira: o 12º Festival de Música, que vai rolar na primeira semana de novembro. Além das atrações musicais, que já têm o nome de Toquinho confirmado (e o de Maria Rita descartado porque cresceu o zoio), muito da fama do festival vem das oficinas dadas por feras da música que são desconhecidas do povão. Até agora, pois o jornal teve acesso à ficha corrida dos 16 fessôres que vão estar por aqui mês que vem.

Da tchurma de sabichões, tem apenas duas moças: as cariocas Regina Lucatto e Suely Mesquita. Regina é cantora, regente e uma das fundadoras do grupo ?Garganta Profunda?. Atualmente, ela é regente do grupo ?Vocal Yellow Cake?, da empresa Eletronuclear, e do coral ?Rio em Canto?, do Banerj. No festival, ela vai dar a oficina de montagem do espetáculo ?Forrobodó?, uma opereta.

Suely é compositora, cantora e preparadora vocal. Ela tá lançando o cd ?Microswing? e preparando ?Dio& Baco?, com Eugenio Dale. A moça tem composições gravadas por Paulinho Moska, Fernanda Abreu e Ney Matogrosso. Sua oficina é ?VozinVento? para cantores se soltarem no palco.

Arismar do Espírito Santo é um multinstrumentista conhecido da terrinha. Com 36 anos de carreira, este ano, ele vai dar duas oficinas em Itajaí: ?Prática de conjunto? e ?Improviso e criação musical?. Outro paulista da lista é Nelson Ayres, que vai dar as oficinas ?Piano Popular? e ?Harmonia?. Ele foi regente e diretor artístico da ?Orquestra Jazz Sinfônica de SP?, além de reger orquestras internacionais, como a Filarmônica de Israel. Ele também compõe um trio com Toninho Ferragutti (acordeon) e Ulisses Rocha (violão). Ulisses também estará no festival peixeiro, dando as oficinas ?Violão Intermediário? e ?Violão Avançado?.

Amanhã, o DIARINHO faz a segunda chamada dos fessôres de sonzêra do festival. Mas as inscrições pras oficinas já tão abertas no conservatório de música, no bairro São João. Cada oficina custa R$ 30 e estudantes pagam R$ 15.

Mudanças

A abertura do festival, que seria feita pela Maria Rita ou Ana Carolina, agora vai rolar com a cantora e violonista Badi Assad. O show será às 21h, no dia 1º, no Teatro Municipal de Itajaí, com ingressos a R$ 30 e R$ 15. Outra novidade é o show na faixa que vai rolar no dia quatro com o Duo Buxixo, às 21h. Outra mudança é o local do show de encerramento com Toquinho, que não vai mais ser na Marejada, e sim no Municipal, às 22h, do dia sete, com ingressos a R$ 50. Caraca!

  •  

Deixe uma Resposta