• Postado por Tiago

INTERNA-POLÍCIA-PAGINA-CINCO-ABRE-morte-na-rodovia-antonio-heil-filho-do-ex-vereador-nilson-germano-(7)Marcas da tragédia ficaram cravadas na lataria do caminhão

O Natal vai ser de tristeza para a família do ex-vereador Nilson Germano Vieira (PP). O filho dele Ricardo César Vieira, 33 anos, morreu ontem, por volta do meio-dia, depois de se envolver em um acidente feioso, no quilômetro 20 da rodovia Antônio Heil, na entrada da comunidade rural do Brilhante, em Itajaí. O impacto do porradaço foi tão forte que partes do corpo do jovem ficaram espalhados ao longo da rodovia.

Ricardo pilotava em direção a Brusque, retornando pra casa, a bordo da moto, placa DJX-0427 (Itajaí), quando perdeu o controle e acertou em cheio o caminhão caçamba, placa MEN-3978 (Gaspar), que viajava no sentido contrário.

A polícia Rodoviária Estadual não soube explicar as causas do acidente, mas a suspeita é que Ricardo tenha tentado fazer uma ultrapassagem e acertado a lataria do caminhão. O motoqueiro bateu no bruto com tanta força que as marcas da porrada ficaram na lataria do caminhão.

Apesar do susto o motorista Luizmar Carlos Kluge, 33, nada sofreu. O corpo de Ricardo foi recolhido pelo Instituto Médico Legal (IML), passou pela necropsia e foi liberado à família no começo da noite de ontem. O velório está sendo realizado na casa do ex-vereador, no bairro Itaipava, e o sepultamento está previsto para hoje às 14h no cemitério do quilômetro 12, também na Itaipava.

Mais um acidente

Já em Barra Velha, Michel Rodrigo Salvador, 21 anos, foi encaminhado para o hospital São José de Joinville depois de se envolver num baita porradaço na tarde de ontem. O guri pilotava a cabrita, placa MDU 6328 (Blumenau), e não deu conta de ultrapassar o possante C4, placa MFI 76876 (Santa Catarina). Ele se perdeu, bateu no carro e deu de cara com um poste, na rua Blumenau, no bairro Itajuba.

Por volta das 13h30, os vermelhinhos levaram às pressas Michel para o pronto-atendimento da terrinha do pirão com uma fratura no braço esquerdo e cortes na mão e no ombro. A muié que tava na carona teve suspeita de fratura na perna, mas não precisou ser encaminhada para outro hospital. O motora do carro não sofreu nenhum lanhado.

  •  

Deixe uma Resposta