• Postado por Tiago

 

se-nada-mais-der-certo Com uma carreira premiada, ‘Se nada mais der certo’, de José Eduardo Belmonte, é o longa programado para a noite de hoje no 13º Florianópolis Audiovisual Mercosul (FAM). O filme foi o grande vencedor da 11ª edição do Festival de Cinema Brasileiro de Paris e levou o prêmio de Melhor filme no Festival do Rio de Janeiro.

 ‘Se nada mais der certo’ mostra como a luta pela sobrevivência acaba levando um grupo de jovens a cometer uma série de crimes. O filme conta a história de um jornalista desempregado que mora com uma viciada em drogas e o filho dela. Sem dinheiro nem para pagar a luz, ele e dois novos amigos, uma figura andrógina e um taxista devastado pelo suicídio do pai, se unem para praticar delitos cada vez mais perigosos.

 A fotografia do filme, assinada por André Lavenère, e a montagem, de Frederico Ribeincher, são fundamentais para envolver o público e demonstrar a realidade frenética de uma metrópole, no caso São Paulo. Outro ponto alto do filme é a trilha sonora, com grandes clássicos do rock mundial e uma trilha infantil bem conhecida. No elenco, Cauã Reymond, Caroline Abras, João Miguel, Milhem Cortaz, Tainá Muller e Leandra Leal. A sessão começa às 21 horas, no Auditório Garapuvu.

O Festival Audiovisual Mercosul já superou a marca de mil filmes exibidos, entre longas e curtas-metragens brasileiros e de diversos países. Ao completar 13 anos em 2009, o FAM se expande, porém preserva suas características de exibir uma ampla diversidade de produções recentes, de diferentes regiões do Brasil e de países latinos e europeus, em sessões gratuitas, de 5 a 12 de junho, no Centro de Cultura e Eventos da Universidade Federal de Santa Catarina. A estrutura do festival é composta das mostras competitivas de Curtas-Metragens 35 mm, Infanto-Juvenil e Vídeos, e não-competitivas Longas do Mercosul, Extra-FAM e as mostras convidadas especiais, que este ano apresentam produções da França, Portugal, Peru e a mostra latina La Cinta Corta.

 

 


  •  

Deixe uma Resposta