• Postado por Tiago

INTERNA-POLÍCIA-SETE-ABRE-acidente-08.11.2009-009---fotos-lucas--obv-(1)

No Alto Vale, rapazotes bateram na lateral de busão que voltava de bailão

O fim de semana foi de tragédia nas estradas da Santa & Bela. Entre sábado e domingo, 10 pessoas partiram dessa pra uma melhor em acidentes nas rodovias federais e estaduais. O número de mortes é maior do que no feriadão de Finados, quando seis foram pro além por conta de porradaços. Pro agente da puliça Rodoviária Federal Ivair Cunha, o que causa a desgraceira não é movimento intenso nem chuvas, mas a falta de atenção dos motoras.

O primeiro a perder a vida nas estradas catarinas durante o findi foi Egon Steffen, 61 anos. O coitado caminhava pela BR-280, em Corupá, por volta da 1h30 da madruga de sábado, quando foi atropelado pela Eco Sport, placa LWS 8369 (Jaraguá do Sul). O motora que provocou o acidente, Aristides da Veiga Coutinho, 65, não teve nem um arranhão.

Minutos depois, uma saída de pista provocou a morte de Joacinei Simom, 22, que pilotava o Gol, placa LYY 9162 (Floripa) pela BR-163, em Dionísio Cerqueira, quando siperdeu na boleia. Pelas duas da manhã foi a vez de Adão Luís Rodrigues, 50, passar dessa pra uma melhor na BR-101, em Araranguá. Ele dirigia a motoca Honda CBX, placa MTF 7651, que foi acertada de frente pela caminhonete S-10 de placa LZN 0341. O motora da caminhonete siscapoliu do local do acidente sem prestar socorro à vítima.

O relógio marcava 2h10 quando foi a vez dos homis da PRF de São José entrarem em ação, pra atender um porradaço na BR-101. O Fiat Uno, placa MDE 9011 (São José), o Fiat Marea, placa MKM 2700 (Floripa) e o caminhão placa DAH 1032 (Curitiba-PR) se envolveram numa baita batida. O motora e o carona do caminhão tiveram uns lanhados e o cara que dirigia o Marea saiu inteiro, mas o piloto do Uno, Victor Eduardo Schmidt da Silva, 20, morreu na hora.

Por volta das 4h da madruga, João Francisco Santos de Morais, 24 anos, partiu pro além depois de ter enfiado seu Renault Clio, placa MEP 4649 (Ascurra), de fuças numa árvore, às margens da BR-470, em Indaial. Outras quatro pessoas que tavam no carro junto com ele tiveram ferimentos graves e foram levadas pro hospital da city.

A desgraceira voltou a rolar no início da tarde de sábado, quando o Peugeot 207, placa MGN 3055 (Araranguá), capotou no quilômetro 272,5 da BR-101 em Imbituba. A motorista, Terezinha da Costa Justo, 66 anos, teve uns machucados leves. Mas Ildo Becker Justo, 69, que tava no banco do carona, não resistiu e morreu no local.

Já eram 19h quando rolou o quarto acidente com morte na BR-101, desta vez em Içara. Três possantes se enfiaram num porradaço feioso, e Kaue Cardoso Finger, 27 anos, que dirigia o Celta, placa MDI 5802 (São Ludgero), partiu pro além. Um garotinho de 12 anos que tava junto com ele no carro teve ferimentos graves e foi encaminhado pro hospital. Duas horas depois, Antônio Aldori dos Santos, 22, que pilotava a cabrita Honda Titan, placa MBU 9293 (Rio do Sul), acertou um carango Palio Weekend, na BR-470, em Rio do Sul, e também acabou morrendo.

O sabadão, que tinha começado com um atropelamento, terminou com outro acidente, na BR-470, em Ibirama. Um homem, que tava sem documentos e não foi identificado, foi acertado pelo Classic, placa MCK 5475 (Apiúna), por volta das 23h.

No domingo, foi a vez das rodovias estaduais engrossarem as estatísticas dos acidentes com mortes. Dois rapazes partiram dessa pra uma melhor depois de terem se envolvido num porradaço na SC-442, em Taió.

Maicon Botzan e Diego Cavilla tavam a bordo do Gol, placa MIR 1108 (Taió), que bateu na traseira de um busão que tava parado na saída de um posto de combustível. A pancada foi tão forte que eles foram jogados na pista contrária e bateram de frente com o Palio de placa MIA 990 (São Cristóvão do Sul). A dupla não resistiu ao porradaço e faleceu.

  •  

Deixe uma Resposta