• Postado por Tiago

INTERNA-19---COLUNA-SURFE-HEITOR-ALVES-TEAHUPOO INTERNA-18-ABRE---Alejo-Muniz-01

O catarinense Alejo Muniz é um dos favoritos

A decisão do título brasileiro do surfe sub-20 só começa na terça-feira, em Itajaí, mas a molecada não perdeu tempo e esgotou o limite de inscrições pro Oakley Pro Junior, que rola na praia Brava, mas que terá palco móvel e pode rolar também na praia da Atalaia. A competição vai até domingo.

Entre os 80 participantes que lotaram a competição, estão todos os principais surfistas com até 20 anos de idade do país. Eles vão disputar o segundo título da história da categoria na Associação Brasileira de Surfe Profissional (Abrasp). A lista é encabeçada pelo potiguar Jadson André, o catarinense Alejo Muniz e o paulista Wiggolly Dantas. Os três já venceram até etapas phodonas do circuito mundial do WQS. No dia 26 de abril, Alejo comemorou sua primeira vitória no seis estrelas de 2,5 mil pontos em Portugal.

Alejo Muniz é forte candidato ao título ? assim como Guilherme Ramalho e Ricardo dos Santos ? se a competição mudar pra Atalaia, pois é um especialista no tipo de onda mais comum nessa praia peixeira. Estes são apenas alguns dos muitos surfistas de Santa Catarina que competirão com chances de vitória em Itajaí.

Feras

Wiggolly Dantas é o único competidor que vem a Itajaí com dois títulos em eventos do primeiro escalão do WQS na bagagem. O primeiro foi o 5 estrelas da Inglaterra e depois festejou em casa o tradicional 6 estrelas que fecha a ?perna brasileira? de fim-de-ano do circuito mundial, na final contra Jadson André em Ubatuba. Os dois quase se classificaram para a elite do ASP World Tour. O natalense também venceu seu primeiro WQS em 2008, mas era uma etapa menor, nível 3 estrelas em São Francisco do Sul.

Entre os paulistas, os favoritos são o semifinalista do Oakley Pro Junior 2008, Miguel Pupo, e o atual campeão sul-americano Sub-20, Alex Ribeiro. Do Rio de Janeiro, Yan Guimarães, Jerônimo Vargas e Filipe Braz figuram em qualquer lista de favoritos, assim como o cearense Charlie Brown e o baiano Franklin Serpa, que dividiu o terceiro lugar no pódio do ano passado com Miguel Pupo em Ubatuba.

  •  

Deixe uma Resposta