• Postado por Tiago

O bancário S.M.B., 33 anos, ficou dicara com a folgação do pessoal que armou uma baita barraca na praia central de Balneário Camboriú pra curtir a virada de ano e deixou a monstrenga montada por nada menos que três dias. O trambolho tava na altura da rua 3100. ?A fiscalização não devia ter permitido isso. Os turistas tiveram que se apertar na areia porque a barraca tava ocupando todo o espaço?, siqueixa.

Pra completar, ele flagrou o momento em que uma galera jogava malha (um tipo de bocha que ao envés de bolas usa discos) debaixo da barraca, em horário proibido. ?Era de manhã, e nesse horário é proibido praticar esportes na praia?, bufa o bancário, completando: ?O pior é que ninguém fez nada pra acabar com a farra. Isso prejudica o turismo na cidade?.

  •  

Deixe uma Resposta