• Postado por Tiago

INTERNA-10-BASE---g---subestacao-celesc-floripa-foto-rubens-flores-10jun09

Subestação da Agronômica ficará pronta somente em novembro

Em novembro, quando o apagão que deixou Floripa no escurão por 55 horas completar seis anos, é que a Celesc pretende inaugurar a subestação da Agronômica. A obra promete aumentar em 30% a capacidade de abastecimento da cidade e vai impedir que acidentes como o que ocorreu em 2003 deixem a capital à mercê da pomboca.

A explosão dum Liquinho durante a manutenção de cabos da Celesc na ponte Colombo Salles, provocou o acidente em 2003. ?Como faremos uma ligação em anel, com duas vias de abastecimento da cidade, não correremos mais o risco de um apagão como aquele?, garante o engenheiro Eduardo Sitônio, diretor técnico da companhia da luz.

A obra que tá sendo feita na Agronômica custará R$ 72 milhões e demorou pra ser iniciada por conta de toda a burocracia que envolve a coisa pública. Sitônio garante que o troço é coisa de primeiro mundo. ?É o que há de mais moderno em termos de tecnologia elétrica e ambiental. Duas linhas de transmissão e redes de distribuição subterrâneas serão implantadas e conectadas ao sistema já existente. Isso irá desafogar a subestação do centro em 40%?, explica o abobrão.

O equipamento que será instalado em Floripa é importado da Alemanha e deve chegar de navio em agosto. Por ser todo modernoso, os moradores dos arredores de onde o bichão ficará instalado não vão sofrer com o barulho por conta do baixo ruído dos transformadores e pelo revestimento acústico que será implantado no muro do terreno.

  •  

Deixe uma Resposta