• Postado por Tiago

O terminal portuário da Braskarne, que fica em Itajaí, agora tem novo dono. A Marfrig, o segundo maior frigorífico do país, comprou a Seara Alimentos e de lambuja levou a Braskarne junto. A Seara pertencia ao grupo americano Cargil e foi vendida por 706,2 milhões de dólares. Além disso, a Marfrig teria assumido, ainda, uma dívida de 193,8 milhões de verdinhas americanas, informou Marcos Antonio Molina dos Santos, presidente do frigorífico.

Molina não informou se haverá demissões ou fechamento de unidades, mas revelou que foram adquiridos, no negócio, além do terminal da Braskarne, localizado na rua Blumenau, em Itajaí, sete indústrias com capacidade de abater 12 mil aves por dia e outras duas com capacidade de detonar 5,8 mil cabeças de suínos diariamente. Os abatedouros ficam em Santa Catarina, Paraná, São Paulo e Mato Grosso do sul.

Ainda fizeram parte do negócio três plantas de unidades industriais que, quando começarem a funcionar, aumentarão a produção em mais 17,5 mil toneladas de carne processada por mês. Seis granjas de matrizes de aves em Santa Catarina, Paraná, São Paulo e Matro Grosso do Sul, com aproximadamente três mil produtores integrados, também fazem parte do acordo.

A Marfrig também leva junto a marca Seara Alimentos e todos os negócios dela em terras brazucas e nos estrangeiros.

A sede do grupo fica em Santo André/SP e tem empresas em vários estados do Brasil, na Argentina, no Chile, no Uruguai, nos Estados Unidos e na Europa.

  •  

Deixe uma Resposta