• Postado por Tiago

INTERN-tentativa-fuga-em-massa-cadeiao-itajai-017

PMs foram chamados pra garantir a segurança no presídio

A polícia Militar e o departamento de execução penal (Deap) frustraram na noite de ontem, uma tentativa de fuga do cadeião peixeiro. O administrador do presídio, Maurílio Antônio da Silva, acredita que os presos cavavam um túnel há 10 dias e fugiriam da jaula neste fim de semana. Há dica, que barrou as pretensões dos enjaulados, foi dada às 16h de ontem.

Desde o meio da tarde, os PMs e os agentes da Deap bolavam uma estratégia pra confirmar a sacanagem. ?Esperamos os carcereiros fecharam o presídio, pra dois fazer a operação pente-fino?, revelou Maurílio. Quando os meganhas e os carcereiros invadiram o presídio encontraram uma grande quantidade de terra em várias celas e entre todas as galerias do cadeião haviam parte das grades serradas. ?É impressionante como serraram as grades e fizeram passagens entre todas as galerias?, informou o coronel da PM, Marco Antônio Otávio. Ao todo, o presídio tem seis galerias e a maior concentração de terra tava na galeria D.

O administrador do presídio informou que até às 22h de ontem não havia sido encontrado o buraco feito pra possível fuga. ?A hora que acharmos a cela com o buraco, quem tiver na cela vai sair daqui, e ainda está noite (ontem)?, garantiu Maurílio. Hoje o cadeião abriga 682 presos num espaço construído pra receber apenas 198.

Aviso de fora

O administrador do presídio informou que a mensagem avisando da fuga veio de fora do presídio, mas ele acredita que o plano de fuga esteja rolando há mais tempo. ?Pela quantidade de terra encontrada lá dentro (nas galerias), eles tão cavando o túnel há mais de 10 dias?, finalizou Maurílio.

Até o fechamento desta edição, às 23h de ontem, apenas um detento havia sido tirado de sua cela. O resultado desta operação pente-fino, que barrou a tentativa de fuga e mobilizou cerca de 100 PMs e agentes prisionais de Itajaí e região, você confere na edição de segunda-feira do DIARINHO.

  •  

Deixe uma Resposta