• Postado por Tiago

O talento de Edson Mendes, 36 anos, como ator, não convenceu os milicos de Porto Belo. Parado numa barreira policial, o traste tentou passar o migué nos meganhas pra não mostrar a identidade. Os homis o botaram contra a parede e ele acabou confessando que tava pedido pela dona justa. O cara foi condenado por assassinato e tava foragido do cadeião das Piçarras.

Edson foi encontrado na terça-feira, por volta das 21h, quando dava umas bandas pelo bairro Perequê. Os milicos o pararam e pediram pra ver seus documentos, mas ele disse que tinha perdido tudo na enchente, em Itajaí. Desconfiados que o mequetrefe tava tentando esconder alguma coisa, os meganhas lforam ver o nome do cara.

Bastou Edson revelar a identidade pros milicos confirmarem no sistema caça-bandido que ele tava pedido pela dona justa. O cara é um dos 10 presos que siscapuliram da cadeia de Piçarras em 26 de novembro do ano passado. Ele e os comparsas abriram um buraco na parede e siscafederam quando o único plantonista da cadeia tinha saído pra bater um rango. O malaco cumpre pena de 12 anos por ter matado o paulista Luís Fernando Alves Vieira, em abril de 2007, com um tiro na cachola.

  •  

Deixe uma Resposta