• Postado por Tiago

Pode parar no Ministério Público o afastamento de cargo de uma funcionária concursada da prefeitura de Balneário Camboriú.  A jornalista Alexandra Gonzalez Santos, 48 anos, foi obrigada a dar adeus ao seu cargo na assessoria de imprensa da prefa, que ocupava há 14 anos, depois de ser aprovada em segundo lugar no concurso público do município.

A mulé ganhou a cartinha do afastamento na semana passada.  Ela foi transferida pra trampar na secretaria de meio ambiente.  No entanto, Alexandra é concursada por cargo específico e deveria cumprir função só na assessoria ou no gabinete do prefeito.

A jornalista acredita que o perrengue é obra de picuinha interna.  Diz ter sido enxotada pelo coordenador do setor de comunicação pra que um sobrinho da diretora de educação Fabiana Lorenzoni fosse posto no seu lugar.  “Ele nem deveria estar lá.  Ele é só estagiário e faz administração e marketing”, lascou, referindo-se à inexperiência do garoto de 18 anos na área de comunicação social.

Alexandra, que tem diploma de jornalista, pós-graduação e 14 anos de prefeitura, pretende bater um papo com o prefeito Edson Periquito ainda esta semana pra esclarecer a situação.  Ainda quer levar o problema ao Ministério Público da Maravilha do Atlântico Sul.

  •  

Deixe uma Resposta