• Postado por Tiago

Um trabuco ilegal abriu as portas do cadeião pra Francisco Gomes de Oliveira, 44 anos. O berro foi encontrado com o tiozinho na noite de quarta-feira depois que os meganhas o abordaram na rua Corupá, no bairro dos Municípios, em Balneário Camboriú.

Passava das 22h quando os milicos receberam a informação que um desocupado atirava aos quatro ventos pertinho do pesque & pague Assanan, na estrada geral do Rio do Meio, em Camboriú. Uma baratinha foi até o local pra conferir o que rolava, mas não encontrou nem rastro dos atiradores.

Durante conversa com testemunhas, a polícia descobriu que o sujeito que tava fazendo tiro ao alvo por aquelas bandas simandou a bordo de um Uno vermelho.

Vendo que tinha caroço naquele angu, os tiras saíram em rondas pela cidade. Na Maravilha do Atlântico Sul uma baratinha avistou, no bairro dos Municípios, o Uno vermelho, placa MEF 5539, parecido com o denunciado.

Os policiais abordaram o veículo e deram uma geral. Reviraram o carango de cabeça pra baixo e encontraram um revólver calibre 38 sem registro. Das três pessoas que estavam dentro do possante, só Francisco teve coragem de bater no peito e assumir a bronca.

O tiozinho admitiu que tava com o trabuco pelaí pra se defender de um desafeto que o ameaçou de morte. Com o flagra, Francisco ganhou uma vaguinha atrás das grades e o berro foi apreendido.

A polícia vai pedir a perícia do trabuco pra tentar descobrir se a arma foi usada em alguma safadadeza que rolou na região. Franciso jura que só tava usando o trabuco para se defender.

  •  

Deixe uma Resposta