• Postado por Tiago

protesto-antonio-heil---foto-Felipe-VT-02

Povão pede a instalação de lombada eletrônica na rodovia

O povão que mora às margens da rodovia Jorge Lacerda, nos Loteamentos Portal 1 e 2, em Itajaí, não quis saber de aproveitar a tarde de domingo na frente da televisão vendo jogo de futebol. Os moradores se juntaram pra cobrar mais segurança na rodovia. Cerca 100 pessoas, desde a criançada até as vovozinhas, trancaram a rodovia nos dois sentidos por quase uma hora, pra reivindicar uma lombada eletrônica no local. A decisão de fazer o protesto rolou depois que a merendeira Terezinha Custódio, 54 anos, perdeu a vida tentando atravessar a rodovia, terça-feira, por volta do meio-dia.

A galera se enfiou no meio das duas pistas. A promessa dos moradores é voltar a fechar a rodovia, caso a lombada eletrônica não seja instalada. ?Os políticos não vão ganhar a gente na conversa, dessa vez alguma coisa tem que ser feita. Nós vamos fazer manifestação sempre, vamos trancar a pista todo o dia, até que algo seja resolvido?, avisa a dona de casa Ilza Conceição, 47.

Enquanto crianças seguravam cartazes pedindo o fim das mortes na Jorge Lacerda, a moradora do Loteamento Portal, Nice Roussenq, 54, contava as tragédias que já presenciou no local. ?Eu moro aqui há seis anos e já vi sete mortes nesse trecho da rodovia, fora os feridos?, disse.

O protesto começou por volta das 15h e durou quase uma hora. A polícia Rodoviária Estadual de Gaspar (PRE) informou que na rodovia Jorge Lacerda o congestionamento ultrapassou os dois quilômetros por causa da paralisação no sentido Itajaí, fora a muvuca que se formou na BR-101 pra quem queria entrar no viaduto de acesso a Ilhota, no Cordeiros. No sentido Blumenau, as filas chegaram a sete quilômetros.

Hoje rola reunião

Quem resolveu dar um chego no manifesto foi o vereador peixeiro Laudelino Lamim (PMDB), que por pouco não foi enxotado pela revolta do povão. Depois de muito blablablá, ficou marcada uma reunião pras 19h de hoje no salão paroquial da igreja do Portal 1. O vereador contou que pediu ao prefeito Bellini que avalie a possibilidade de municipalizar o perímetro urbano da rodovia Jorge Lacerda, garantindo assim mais comprometimento com as obras que vão garantir a segurança da povão. A moradora Terezinha Ferreira, 32, espera que os bagrões participem da reunião, para discutir uma alternativa pra por fim as mortes na rodovia. ?Deu 19h15 e eles não apareceram, nós vamos trancar a rodovia mais uma vez e com direito a pneu incendiado na pista e tudo?, acrescentou.

  •  

Deixe uma Resposta