• Postado por Tiago

ABRE-PAGINA-13-ganhou-no-bicho-mas-nao-recebeu---foto-felipe-VT-00

Bicheiros prometem resolver pendenga hoje

O motorista Sérgio Tavares, 48 anos, faz uma fezinha no jogo do bicho há mais de 15 anos. Na semana passada, ele acertou uma milhar na cabeça da jogatina e também um prêmio secundário. O sortudo foi todo contente numa lanchonete, na rua Brusque, buscar o seu dindim e deu com os burros n´água. A banca Ponto Chic, da família de Aducci Corrêa, não quis pagar a bolada.

No dia 22 de julho, Sérgio foi até a lanchonete e apostou na milhar 4066 na cabeça, ou seja, como prêmio principal do dia. A mesma milhar foi apostada no prêmio de um a quinto ? o secundário. Diariamente, existem dois sorteios, às 14h e 18h. O apostador jogou no das 14h.

No fim do dia, o motorista foi conferir o resultado e ficou feliz da vida, pois tinha acertado o seu palpite. Ele já fazia planos de como gastar o dindim, quando a família Aducci jogou um balde de água fria em seus sonhos. A grana não foi paga. ?O velho Aducci era correto, já o neto, que é o seu sucessor, tá deixando a desejar?, lascou.

Pro apostador, Aducci Corrêa Neto, o Aduccinho, é quem não quer pagar o prêmio. Sérgio disse que teria direito a R$ 750 pelo jogo. ?Eu peço pro velho Aducci dar uma olhada na situação e tomar uma providência?, implora o homem.

Ontem à tarde, Daniele, funcionária da lanchonete, esteve no DIARINHO pra reforçar a falta de pagamento do prêmio. ?Ele acha que a gente ficou com o dinheiro da aposta, mas não pegamos. A banca que não quer pagar?, comentou.

Não recolheu

Daniele diz que o motivo da amarração é o fato do bicheiro das 14h não ter passado no dia 22 pra recolher as apostas. O bicheiro das 18h pegou todas as apostas do dia e notou que houve um ganhador no prêmio do início da tarde. ?Eles falaram que não precisávamos nos preocupar que iriam pagar o prêmio, mas até agora nada. Falaram que iam pagar até sexta-feira às 18h, mas não pagaram?, desabafa Daniele, que pede uma solução.

A guria comentou que um tal de Maurício é quem estava intermediando a negociação pro pagamento do prêmio, mas depois de sexta-feira ele não atendeu mais o celular. ?Já ligamos de vários números diferentes e ele não atende a gente?, disse a moça.

O que diz o amigo

Maurício, o tal intermediário, disse ao DIARINHO que até esta terça-feira o caso será resolvido. O senhor, que não quis dar o sobrenome, disse que é amigo dos bicheiros e por isso está intermediando o perrengue. Ele falou que quem vai pagar o prêmio é o funcionário que deixou de recolher as apostas das 14h.

?Havia uma dúvida em relação a veracidade do jogo e o rapaz também não recolheu a aposta, então foi feito um acordo e quem vai pagar é o rapaz responsável pelo recolhimento?, disse Maurício. O bicheiro, que se ferrou e vai ter que tirar o dindim do próprio bolso, quis parcelar o pagamento do prêmio, mas o vencedor não aceitou. ?A banca está tentando resolver, hoje vamos ter uma posição definitiva sobre isso?, garantiu o misterioso Maurício.

  •  

Deixe uma Resposta