• Postado por Tiago

Seguro cobre perdas nas safras por conta da chuvarada que atingiu a região

INTERNA_abre-direita_alagamentos-no-sao-roque-valdinho-reichert-(1)

Pes soal da mandioca também pode conseguir o seguro

O ministério do Desenvolvimento Agrário aumentou a relação das culturas que podem ser asseguradas pelo seguro da agricultura familiar, que cobre perda nas safras por inhacas no tempo e por pragas e é destino para pequenos agricultores. Para o Sul do Brasil, o número de culturas passou de sete para 24. Em todo o país, agora são 40 tipos de plantações que podem ser cobertas pelo seguro.

O governo chama esse negócio de zoneamento agrícola. São definidas quais as regiões e os períodos em que melhor cada uma das 40 plantas devem ser cultivadas para garantir maior produtividade. Por consequência, também reduz o risco da perda da lavoura. ?Por isso é importante que o agricultor procure orientação da assistência técnica para conhecer o zoneamento e efetuar o plantio nas datas indicadas?, ressalta José Carlos Zukowski, coordenador-geral do seguro da agricultura familiar da secretaria de Agricultura Familiar do ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA).

O Sul e o Sudeste do Brasil são as regiões que mais contam com culturas relacionadas no zoneamento. São ao todo 24. Depois vem o Nordeste, com 22 plantas listadas, seguido do Centro-oeste, com 18. O Norte tem 17 culturas.

As vantagens do zoneamento

Além da vantagem da produtividade e da redução de riscos com perdas na lavoura, ao seguir o plantio através do zoneamento definido pelo MDA, o agricultor ainda ganha o arrego de poder fazer um seguro da safra.

O seguro da agricultura familiar cobre até 100% do valor do financiamento do Pronaf, mais 65% da receita líquida esperada, até um limite de R$ 2,5 mil. Recebe o seguro quem tiver perdas superiores a 30% da receita estimada.

A cobertura do seguro vale para perdas causadas por inhacas no clima, como as cheias que vêm atingindo a região. Vale também pra seca, ventos fortes, ventos frios, granizo, geada e variação grave de temperatura. Além disso, podem ser cobertas perdas por pragas e doenças causadas por fungos que não tenham método de controle ou técnica muito cara e que não vale a pena ser usada.

O agricultor que segue o zoneamento definido pelo MDA tem mais facilidade de conseguir crédito, já que os bancos se orientam pela lista das culturas definidas pelo ministério.

Veja as culturas definidas pelo zoneamento para o Sul

Algodão, ameixa, amendoim, arroz, banana, café, canola, cevada, eucalipto, feijão, girassol, maçã, mamona, mandioca, milheto, milho, nectarina, pera, pêssego, pinus, soja, sorgo, trigo e uva.

  •  

Deixe uma Resposta