• Postado por Tiago

manifestcao-univali

Blablablá rola no centro de vivência da Univali

Pelo menos 10 empresas de Santa Catarina terão a chance de disputar os R$ 2,5 milhões destinados à implantação de núcleos de inovação tecnológica. A grana vem da financiadora de Estudos e Projetos (Finep), que é do governo federal, e da fundação de Apoio à Pesquisa Científica e Tecnológica do Estado de Santa Catarina (Fapesc). Na sexta-feira, o núcleo de inovação tecnológica (NIT) da Univali promove uma palestra para orientar empresários da região em como participar do processo de seleção para o programa.

Em Santa Catarina, o projeto para implantação e estruturação dos núcleos de inovação tecnológica é coordenado pelos sabichões do instituto Euvaldo Lodi, ligado à federação das indústrias (Fiesc). A Univali é uma das 17 instituições catarinas que integram uma rede de fomento dos núcleos.

As tais inovações tecnológicas vão desde o desenvolvimento de novos produtos à criação de processos gerenciais nas empresas, explica o professor Ovídio Pereira Felippe da Silva Júnior, coordenador do NIT da Univali. Descobertas de novos nichos de mercado e a invenção de um serviço também podem ser consideradas inovações que podem ser apresentadas à coordenação do programa e concorrer ao financiamento.

A previsão, revela o professor Ovídio, é que se instalem núcleos em 10 empresas no estado. ?A ideia é prospectar em Itajaí e região as empresas que queiram participar do programa?, informa. Por isso, os sabichões da Univali e o instituto Euvaldo Lodi organizaram um palestrão para apresentar o programa. O blablablá rola a partir das 16h no auditório do centro de vivências do campus da Univali de Itajaí, que fica perto do bloco 29, lá onde o judas perdeu as botas.

Com os núcleos e a parceria com as universidades, o governo quer incentivar o empresariado a ficar mais competitivo. ?E tu tens que inovar para competir. Cada vez mais é preciso buscar coisas diferentes e o mundo é assim mesmo?, observa o professor Ovídio, doutor em engenharia da produção e professor dos cursos de computação e administração de marketing da Univali.

  •  

Deixe uma Resposta