• Postado por Tiago

Reunião vai definir os rumos do movimento dos carcereiros

Os agentes prisionais da Santa & Bela poderão entrar em greve e deixar os presos sem babá a partir da semana que vem. O pessoal tá intisicado porque, não bastasse o salário de fome, o governo do estado resolveu fechar a mão e não paga mais o adicional de risco. O presidente do sindicato dos Trabalhadores do Serviço Público catarina (Sintesp), Mario Antônio da Silva, acredita que a adesão ao beicinho vai ser grande. ?A situação tá insuportável?, lascou.

Ontem, os mandachuvas do sindicato estiveram no cadeião peixeiro pra bater um papo com os agentes e sentir o clima. Pra hoje, tão marcadas visitinhas nos presídios de Tijucas, Rio do Sul e Blumenau, e no xilindró de dimenores São Lucas, em São José. ?O que a gente sente é que tá todo mundo revoltado. A categoria já foi complacente demais?, carcou Mário.

Além dos agentes prisionais, monitores e técnicos administrativos da segurança também prometem entrar no coro dos descontentes. Somados, são quase 2300 barnabés. O pessoal reclama do piso salarial, que é de 741 pilas, o menor entre os funcionários do governo do estado de nível médio, e pede aumento no valerango.

Eles também querem que seja aprovado o plano de cargos e salários, que foi entregue aos bagrões há três anos e até hoje não foi encaminhado pra Leleia. Por fim, batem e pedem divolta o arreguinho que era pago aos agentes por conta do risco da profissão. ?Em setembro o governo cortou o benefício porque a procuradoria jurídica considerou que é ilegal. Foi a gota d?água. Queremos que isso seja regularizado em lei, e estendido também pros outros funcionários?, diz o chefão do sindicato.

A reunião pra decidir sobre a greve rola na quarta-feira da semana que vem, e o pessoal poderá cruzar os braços já na quinta-feira. Nesse caso, vai faltar gente pra ficar de zoio nos engaiolados. ?Com 60% de adesão à greve, não tem como o sistema funcionar?, avisou Mario.

  •  

Deixe uma Resposta