• Postado por Tiago

INTERNA-9-ABRE---g---gripe-suina-foto-rubens-flores-03ago09

Máscara deve ser usada por doentes ou profissionais da saúde

A secretaria estadual de Saúde convocou a imprensa ontem à tarde pra confirmar os três primeiros casos de morte por gripe porca na Santa & Bela. Um homem de 53 anos e uma muié de 29 anos, moradores de Concórdia, e uma mulher de 27 anos, de Tubarão, são as vítimas da peste. Do total de 24 mortes investigadas, 16 ainda aguardam confirmação de exame. Outros cinco foram descartados.

As mortes acendem a luz de emergência na saúde, que aproveitou o momento pra anunciar medidas pra impedir que o vírus se espalhe. ?Será reforçada a divulgação do assunto e ampliada a capacitação dos profissionais da área de saúde?, afirma o diretor da vigilância epidemiológica, Luiz Antônio Silva.

Umas das medidas é a implantação, em cidades com mais de 50 mil moradores, dos postos de triagem, com gente capacitada pra descobrir quem tá com a gripe porca e quem tá com a gripe comum, que pega uma carrada de gente nessa época do ano.

O laboratório central (Lacen), na capital, será adaptado pra fazer os exames que comprovam a infecção pelo vírus que já tem status de celebridade mundial. Hoje, os catarros dos suspeitos de terem pegado a gripe porca são mandados pro Rio de Janeiro e demora um tempão pra pessoa saber se tá mesmo com a nova doença.

O governo também decidiu cortar a licença-prêmio dos servidores da saúde. A turma terá que esperar a gripe parar de incomodar o povão pra poder pegar a folguinha merecida. Profissionais que trampam em UTI também serão treinados pra atender pacientes com quadro agravado de gripe. Uma medida radical poderá ser tomada ainda esta semana. Não tá descartado o cancelamento de cirurgias eletivas e a limitação de visitas hospitalares.

Aulas normais

Ontem, milhares de alunos retornaram às aulas. Na capital, somente um colégio prorrogou por uma semana o retorno pro segundo semestre. ?Para nós é mais fácil controlar estes alunos em sala de aula. Equipes estão percorrendo as escolas, passando orientações sobre a gripe A e já temos retorno de pais que não mandaram os filhos para a escola porque estavam com sintomas. Isso já demonstra a importância da conscientização de cada um para evitarmos que o vírus se espalhe?, diz Silva.

Pra que o vírus não vire uma praga nas escolas, a recomendação é que os professores esvaziem as salas, abram portas e janelas durante o intervalo pra arejar os ambientes. Caso percebam em algum aluno sintomas de gripe, devem orientar os pais pra que o doentinho fique em casa. ?Se for confirmada a gripe, as aulas serão suspensas na turma e, conforme o caso, em toda a escola?, garante Silva.

O diretor reforça que o uso de máscaras é necessário principalmente pros profissionais que têm contato com pacientes suspeitos da gripe e por pacientes suspeitos ou confirmados pra que o vírus não seja contraído por familiares.

  •  

Deixe uma Resposta