• Postado por Tiago

INTERNA_14_abre-direita_ênio-casemiro_arquivo

Ênio Casemiro diz que grupo paulista não fez investimentos prometidos

O empresário Ênio Casemiro desmentiu ontem a informação de a indústria de abatimento de frangos Frigovale voltou ao controle da família Bellini. Ênio, que é cunhado do prefeito Jandir Bellini (PP), admitiu, no entanto, que o grupo Nêmesis, comprador da fábrica, não está cumprindo algumas cláusulas do contrato de compra e venda.

O problema não é grana, garante o empresário. A situação envolveria investimentos que o grupo Nêmesis se comprometeu em fazer na indústria e não estaria realizando. ?Nas cláusulas do contrato ficou estabelecido como as coisas iriam andar. Algumas delas eram os aportes do grupo para manter o nível de excelência da Frigovale e projetar o crescimento?, explicou Ênio.

Dobrar a capacidade de produção da empresa e chegar a 1000 funcionários seria uma dos compromissos contratuais não cumpridos. Atualmente, a Frigovale tem 550 funcionários e a mesma produção de quando pertencia aos Bellini.

O empresário itajaiense não revela o valor dos investimentos prometidos, alegando que há uma cláusula de confidenciabilidade no contrato. Ou seja, todo mundo com boca de siri quando o assunto é dinheiro. Ontem, rolou mais uma rodada de negociações. O impasse, acredita Ênio, deve estar resolvido até segunda-feira.

O DIARINHO telefonou três vezes para a Frigovale para falar com Celso Kukiela, diretor da empresa. Na primeira vez, a telefonista informou que ele estava em reunião. Na segunda, ele não foi encontrado em sua sala. Na última tentativa, Kukiela mandou dizer que estava em reunião.

  •  

Deixe uma Resposta