• Postado por Tiago

INTERNA_10_abre-direita--Égua-passeando-na-rua-Otto-Hoier---São-Vicente_foto-felipe-vt-(1)

Leitora flagrou a égua se achando no Cidade Nova

A cena foi flagrada na tarde de terça-feira pela leitora P.L.A., 24 anos. A égua, que tava pastando com seus coleguinhas de quatro patas num terreno baldio da rua Otto Hoier, bairro São Vicente, em Itajaí, não tava contente presa e resolveu fugir, pra desespero dos motoras.

A cavala, ainda com a corda presa no pescoço, atravessou tranquilamente a rua e foi empacar no no outro lado, com os quartos virados pra pista. ?Essa rua é muito movimentada, passa caminhão direto e motos também. Pra dar um acidente é dois toques?, alertou a leitora.

No momento em que fez o flagra, P. disse que não havia ninguém por perto. ?A égua deve ter dono, porque estava com uma corda presa no pescoço e aparentava estar bem cuidada, mas o proprietário não estava pelas proximidades do terreno?, relata a leitora.

Pessoal da prefa recolhe

Lucimeire Nascimento dos Santos Furtado, agente de endemias do núcleo de zoonose da secretaria de Saúde peixeira, disse que o recolhimento de cavalos e éguas até existe, desde que os bichos não estejam num terreno cercado. ?Se o animal estiver solto em via pública, trazendo algum tipo de risco, nós o recolhemos?, explica.

Depois de recolhido, o bicho é levado pro canil municipal, onde recebe cuidados. Caso o dono do animal apareça, terá que apresentar os documentos e assinar um termo de compromisso pra resgatá-lo.

As denúncias de pocotós soltos na city peixeira podem ser repassadas pro núcleo de zoonoses através dos telefones 3249 5571 e 3249 5572.

  •  

Deixe uma Resposta