• Postado por Tiago

Em uma sessão que demorou quase quatro horas, a câmara de Vereadores de Balneário Camboriú aprovou ontem a criação da guarda municipal, depois de uma novela que durou mais de cinco meses. Os vereadores discutiram diversas emendas na redação final do projeto e depois aprovaram a criação da bagaça.

Pro secretário de Segurança Pública, Adélcio Bernardino, considerado o ‘pai’ do projeto da guarda, a aprovação foi uma baita vitória. “É uma conquista histórica para a cidade. Agora, aumenta e muito a nossa responsabilidade, desde a confecção do edital que selecionará os guardas, até seu treinamento e o planejamento das ações”, disse o bagrinho. Adélcio diz que o próximo passo é pensar no treinamento dos guardinhas.

A oposição não perdeu a oportunidade de dar uma malhadinha no governo Edson Periquito (PMDB). O vereador Fabrício de Oliveira (PSDB) opinou que a criação da guarda é importante, mas que a prioridade da cidade hoje é a abertura do hospital Ruth Cardoso. “O governo não está entendendo a importância da abertura do hospital, e até o trancamento da pauta novamente é possível se o governo não agir com rapidez”, ameaçou o tucano.

Já o vereador Nilson Probst (PMDB) acredita que uma coisa não tem nada a ver uma com a outra. “Em momento algum dissemos que a abertura do hospital não é importante, mas a criação da guarda também foi uma conquista”, comemorou.

  •  

Deixe uma Resposta