• Postado por Tiago

CAPA-BASE---g---fiscais-zonas-azuis-.jpg-(1)

Guardinhas tão com medo de perder o trampo

Pelo terceiro dia seguido, os mais de 250 monitores da zona azul da capital deixaram ao Deus dará as áreas de estacionamento público na cidade. O motivo da pirraça é um projeto de lei encaminhado à câmara de vereadores que prevê a privatização do serviço. A turma tá borrada de medo de perder o trampo.

A grande bronca dos trabalhadores é que o projeto foi encaminhado pra votação em regime de urgência sem que alguém saiba direito explicar a forma como irá rolar a transferência dos serviços pra uma empresa privada.

Uma reunião que entrou noite adentro ontem iria definir se a turma continuaria de braços cruzados. O que os trabalhadores queriam era a garantia de alteração do projeto pra que a turma não ficasse sem ter como comprar o leitinho das crianças.

Por iniciativa do vereador João Amim (PP), ontem à noite, seria colocado em votação um pedido de audiência pública pra discutir o projeto. ?Recebi uma comissão de representantes da zona azul, que me entregou uma nota de esclarecimento pedindo apoio para a manutenção dos empregos. Me comprometi com eles em buscar a audiência pública. Todos os órgãos da prefeitura têm que explicar melhor o projeto. Nem os vereadores da base aliada sabem detalhes deste projeto?, diz o filho do careca.

No instituto de Planejamento Urbano (Ipuf) ninguém abre o bico pra falar mais sobre o assunto. Só conversam com os trabalhadores e com a imprensa depois que a rapaziada retornar ao trabalho.

  •  

Deixe uma Resposta