• Postado por Tiago

ESPORTE-1-LATERAL----PAG-18---guga-kuerten-4-foto-rubens-flores-05set06

Guga deu moral pra mulherada do tênis

Os dois maiores tenistas brasileiro de todos os tempos se encontraram no sábado. Gustavo Kuerten foi até a cidade de Porto Feliz, em São Paulo, pra ver de pertinho o jogo-exibição entre a bonitona russa Maria Sharapova e a hermana Gisela Dulko, mas, antes da partida começar, quem apareceu em quadra foi Maria Esther Bueno, a primeira brasileira a vencer um grand slam ? um dos quatro principais torneios de tênis do planeta.

Guga prestou homenagem à tenista que, há exatos 50 anos, vencia pela primeira vez o torneio de Wimbledon, considerado a mais tradicional das competições de tênis. Maria Esther competiu entre 1958 e 1977. Nesse tempo, venceu três vezes Wimbledon e mais quatro vezes o US Open, em Nova Iorque. A brazuca ainda levou o caneco de duplas femininas em 11 torneios de grandes slam e mais um de duplas mistas, totalizando 19 conquistas nas quatro quadras mais famosas do mundo.

Lembrando a trajetória da principal tenista brasileira da história, Guga alertou que, atualmente, o tênis feminino passa por um perrengue no Brasil. ?Espero que as tenistas possam se inspirar no exemplo da Maria Esther?, comentou. Guga disse ainda que o desenvolvimento do tênis feminino no Brasil depende de alguns cuidados e maior atenção. ?As mulheres brasileiras são muito capazes, só precisamos de mais estrutura, técnica e organização?.

O tricampeão de Roland Garros terminou seu falatório dizendo que acredita que o Brasil é um país que pode evoluir muito no tênis. ?Nós já vivemos algumas situações que provam que Davi pode vencer Golias?, lascou.

  •  

Deixe uma Resposta