• Postado por Tiago

O drama dos guias é desmentido pelo diretor da secretaria de Turismo, Ademir Schneider. O barnabé afirma que a tal lei em que os guias se baseiam não é cumprida de maneira correta, já que os guias trampam avulsos e cobram o preço que eles bem entendem. “Estamos buscando fazer com que a lei funcione de forma correta. Do jeito que está, é mais um problema pras pessoas virem pra cá”, mandou.

Ademir garante que o projeto da prefa só visa melhorar a vida dos trabalhadores. Pelo plano, será firmado um convênio e os guias seriam contratados pelo município pra fazer o serviço. “Queremos que eles façam o auxílio de passagem pelas ruas e ao mesmo tempo vão mostrando os pontos turísticos da cidade”, afirma.

O documento deverá ficar pronto em 15 dias. A proposta passou pela câmara de vereadores pra se tornar um projeto de lei, mas como foi considerada inconstitucional pelo departamento, retornou à secretaria de Articulação pra que, em vez de projeto de lei, seja firmado como convênio com os guias.

O presidente da associação dos guias não foi localizado ontem pra comentar o perrengue.

  •  

Deixe uma Resposta