• 01 jun 2009
  • Postado por Tiago

CONTRA---s---ironman---eduardo-sturla-foto-divulgacao-31mai09a

Sturla chegou na frente depois de mais de oito horas de prova

Após oito horas, 13 minutos e 39 segundos, o argentino Eduardo Sturla cruzou a linha de chegada em primeiro e sagrou-se tri campeão do Ironman Brasil. A prova pra confirmar quem seria o homem de ferro da América Latina rolou ontem em Floripa. Um público estimado em mais de 10 mil pessoas acompanhou a competição, que teve largada com o percurso de 3,8 quilômetros de natação da praia de Jurerê Internacional.

Com esta vitória, o Sturla iguala-se em vitórias em Floripa a seu conterrâneo Oscar Galindez, que não participou do Ironman neste ano porque estava doente. O segundo colocado foi o brasileiro Reinaldo Colucci, que chegou 15 minutos depois do primeiro colocado. Em terceiro lugar, chegou Petr Vabrousek.

Entre as meninas, a americana Dede Grisbauer, seguida pela dinamarquesa Charlote Kolters e a americana Heather Gollnick foram as primeiras a cruzar a linha de chegada. A primeira brasileira a concluir a prova não foi Fernanda Keller. Ana Lídia Borba chegou em quinto pra, em seguida, Keller fechar o circuito que teve além da natação, 180 quilômetros de bike e 42 quilômetros de corrida.

Melhor tempo

O que surpreendeu na prova do argentino Sturla foi o desempenho. Apesar de ter saído da água depois de Colucci, o cabra correu atrás e na bike, passou à frente do brasileiro. Colucci no entanto não frouxou e chegou a ficar somente quatro segundos atrás de seu grande adversário.

Quando deixou a bike pra encarar a corrida, a performance de Sturla já indicava que apesar da chuva durante as pedaladas, não havia barreiras pra este homem de ferro. Ele terminou a corrida e concluiu a prova com um tempo inferior em 15 minutos ao que fez no ano passado, quando também foi campeão.

Com este resultado, Sturla segue como o triatleta de melhor desempenho em Floripa. Em 2001, quando faturou a prova pela primeira vez, terminou o percurso em oito horas, 11 minutos e 10 segundos.

Colucci, que no ano passado não esteve em Floripa, também baixou o tempo em quase dois minutos em relação a 2007, quando também chegou em segundo lugar, atrás de outro argentino, Oscar Galindez, que este ano não participou da prova.

  •  

Deixe uma Resposta