• Postado por Tiago

O verão é para nós, agraciados pelos ares equatoriais, a estação mais esperada do ano. É no verão que estamos em férias e que renovamos nossas energias para o ano que inicia. Devemos aproveitá-lo, porém, com sabedoria, sem prejuízo de nossa saúde. E para isso, nunca é demais lembrarmos que a higiene das mãos é fundamental.

Nos atendimentos de emergência, é comum nos depararmos com dores de estômago. A facilidade de contaminação dos alimentos é maior nesta época, pois as bactérias estão no ambiente e se proliferam com maior rapidez por causa do calor. Gestantes, idosos e crianças são mais sensíveis e devem estar sob vigilância aumentada.

Os cuidados com a higiene devem ser maiores, especialmente com os alimentos, por causa da proliferação de germes. Lembre-se de limpar os alimentos e produtos com água corrente. Ao comer produtos congelados, compre-os em lugares de confiança, que possam garantir o armazenamento adequado. E prefira os alimentos cozidos aos crus.

Na cozinha, limpe as superfícies e os utensílios para o preparo dos alimentos cuidadosamente. No inverno, deixar os alimentos à temperatura ambiente pode ser suficiente para preservá-los, mas, no verão, eles se contaminam em um curto espaço de tempo. E tenha critério ao comer fora.

Se estiver indo para lugares em que a infraestrutura sanitária não é aquelas coisas, evite beber água sem que seja fervida. Os cubos de gelo devem ser feitos a partir de água fervida, também. Prefira o gelo de água mineral. O primeiro indício de contaminação pela água é a diarreia, que deve ser tratada com descanso e soro caseiro. Na persistência dos sintomas, vá pro hospital.

Fazer exercícios em dias de sol aumenta a necessidade corporal por água e aumenta o risco de insolação. Beba bastante líquidos e faça intervalos entre as sessões de ginástica para esfriar um pouco. Já os olhos são sensíveis ao sol, e a exposição excessiva pode aumentar o risco de cataratas. Escolha óculos de sol que bloqueiem pelo menos 99% dos raios ultravioleta A e B.

Se for viajar, não se esqueça de colocar o estojo de primeiros socorros na mala. E, se alguém da família usa remédios específicos, não se esqueça de levar a receita. E boa diversão!

Dr. André D’Aquino – Médico – Clínica Vitalité

  •  

Deixe uma Resposta