• Postado por Tiago

Os dias de liberdade terminaram ontem pra mais um traficante de Balneário Camboriú. O traste foi grampeado no início da tarde no bairro das Nações, depois que dois viciadinhos o entregaram pros meganhas. Com o mequetrefe, foram encontradas pedrinhas de crack e um baita torrão de erva do capeta.

Os milicos davam umas bandas pela rua Panamá, por volta das 14h, quando viram dois malacabados com cara de quem tava aprontando. Eles estacionaram a baratinha e chamaram os trastes pra levar um lero. Papo vai, papo vem, os meganhas revistaram os caras e encontraram uma buchinha de marofa no bolso de um deles.

Nem foi preciso apertar muito os malacos pra saber de onde a droga tinha vindo. Encagaçado, o dono da porcaria abriu o bico e apontou uma das baias da rua, dizendo que tinha negociado o cigarrinho do capeta por ali.

Os homens de farda pintaram na casa e deram de cara com Marcelo Ribeiro, 23 anos, que pelo jeito não se tocou que não podia confiar na malocada que comprava drogas com ele. O trafica abriu a porta e os meganhas revistaram sua baia.

Foram encontradas oito pedrinhas de crack, embaladas e prontas pra vender, e um torrão grande de maconha, além de 24 pilas em notas miúdas. Marcelo ganhou o teje preso e foi levado pra delegacia pra sisplicar, junto com seus clientes cagões.

Na depê, os viciadinhos assinaram uns papélis e foram liberados. Já Marcelo ganhou uma vaguinha no lotadaço cadeião da Maravilha do Atlântico, onde deve curtir umas férias.

  •  

Deixe uma Resposta