• Postado por Tiago

INTERNA-CAPA---ABRE--p---assassinato-bar-da-sueli---antonio-dos-santos-1

Matador invadiu boteco pra dar cabo na vida de coitado

Camboriú registrou mais um assassinato daqueles de deixar o povão de cabelo em pé neste final de semana. Na madrugada de domingo, um coisa-ruim invadiu um boteco na avenida Santa Catarina, no bairro Taboleiro, e descarregou seis tirombaços no rosto de um desafeto, que não teve nem chance de se defender. O coitado não tinha passagem pela puliça e não tava envolvido com porcarias. Os homisdalei acreditam que a morte seja um crime passional.

Fazia alguns meses que o pedreiro Antônio dos Santos, 50 anos, tinha alugado uma quitinete da dona do bar da Sueli, que fica na avenida Santa Catarina. Papo vai, papo vem, os dois tinham ficado amigos.

No domingo, por volta de meia noite e meia, a muié já tinha mandado a freguesia embora e fechado as portas do boteco, mas continuava por ali batendo um lero com Antônio. Foi quando um desalmado arrebentou a porta e entrou segurando um revólver.

O traste descarregou o berro pra cima de Antônio. Foram seis tiros certeiros no rosto. Apavorada, a dona da baiuca correu pra siscapar dos balaços. Tudo o que ela viu foi que o assassino era um homem, e tava com um capacete na cachola.

Bisbilhoteiros de plantão perceberam que o matador fugiu empoleirado numa motoca, e avisaram à puliça. Os vermelhinhos também foram chamados, mas não tinha mais nada a fazer pelo Antônio, que já tinha partido pro além. O corpo foi recolhido pelos peritos do instituto médico legal (IML) da Maravilha do Atlântico.

Os meganhas saíram à cata do assassino, mas não acharam nem sinal do traste. Enquanto isso, os homis da puliça civil começaram a investigar a morte. Eles descobriram que Antônio era um cara tranquilaço, nunca estreou ficha policial e nem tava envolvido no mundo das porcarias. Por conta disso, os tiras acreditam que o motivo da morte seja passional, provavelmente por conta de um rabo de saia.

  •  

Deixe uma Resposta