• Postado por Tiago

A puliça civil de Tijucas tá à cata dos bandidos que meteram um assalto na Distribuidora Nacional Gás, no início da noite de quarta-feira, e balearam um funcionário.

O tiro furou o a buchada e o braço do coitado. Quando sitocaram da cagada que tinham aprontado, os assaltantes siscapoliram sem levar nada.

Por volta das 18h30, dois mulambentos pintaram na empresa, que fica na rua Coronel Conceição, trepados numa motoca. O traste que tava na garupa pulou da cabrita com um berro calibre 22 na mão e o capacete enterrado na cachola. Ele lascou o mãos ao alto e mandou os cinco funcionários que tavam no pátio ficarem quietinhos e entrarem no escritório da distribuidora, com as mãos na cabeça.

O pessoal, com medo de levar um tirombaço nos cornos, não teve opção senão obedecer o que pedia o bandidão. O assaltante recolheu os celulares da galera e pediu a chave do cofre, que tava em cima de um freezer.

Um dos reféns se apressou em entregar o treco pra se ver livre do mequetrefe. Mas, enquanto o bandido tentava abrir a fechadura, Paulo César Gonçalves, 33 anos, correu pra dentro do banheiro pra tentar sisconder.

O assaltante gritou pra que ele saísse e tentou arrombar a porta com chutes. Como viu que Paulo não sairia do banheiro por bem, lascou dois balaços contra a porta.

Um dos tiros acertou a barriga do coitado e o outro foi parar em seu braço. O bandido, achando que Paulo tinha dado um jeito de avisar alguém sobre o assalto, saiu correndo sem levar nada. Antes de fugir empoleirado na motoca, onde seu comparsa o esperava, o malencarado jogou a chave do cofre num matagal que fica ao lado da empresa.

Assim que percebeu que os assaltantes tinham siscapolido, Paulo conseguiu abrir a porta do banheiro e foi acudido pelos colegas. Os vermelhinhos pintaram na área e levaram o pobre pro hospital São José, de Tijucas.

Ele recebeu os primeiros socorros por ali e depois foi transferido pro Celso Ramos, em Floripa. No hospital, o pessoal que o atendeu não quis falar nada sobre seu estado de saúde. Mas as informações da polícia são de que o cara passa bem e tá se recuperando.

Os mequetrefes que provocaram a desgraceira não foram encontrados pela puliça militar. Os tiras da civil ficaram com a responsa de descobrir quem são os mulambentos.

  •  

Deixe uma Resposta