• Postado por Tiago

A polícia Civil de Itapema tem um mistério pra desvendar. O corpo de um homem, que parece ser bem jovem, foi achado no início da noite de ontem, enterrado numa cova rasa atrás de um arrozal, no bairro Morretes. O coitado teve o rosto desfigurado pelo assassino e tava com as calças e a cueca abaixadas. Pelo estado do corpo, que já tava em decomposição, os homisdalei desconfiam que a crueldade tenha rolado há pelo menos uma semana.

O caso escabroso só foi descoberto graças a uma denúncia. No final da tarde de ontem, um homem que voltava do trampo, montado em sua ziquinha, passou pelo terreno, que fica no final da rua 450, e achou que tinha alguma coisa errada por ali. Bem atrás da plantação de arroz, ele percebeu que a terra tava remexida e cedendo num ponto, e viu que tinha uns bichos estranhos saindo de dentro de um buraco.

O cara avisou à puliça Militar. Os milicos correram pro local indicado por ele pra ver o que tava rolando e se depararam com uma cena de arrepiar. Bastou os fardados cavarem um pouquinho pra darem de cara com o rapazinho, que tinha sido enterrado numa cova de uns 50 centímetros de altura. Os meganhas avisaram os tiras da puliça Civil, que também pintaram na área pra dar um bizú.

O garoto, que parece ter menos de 20 anos, tem a pele morena e os cabelos escuros. O rosto do pobre foi destruído pelo matador, provavelmente com pauladas ou golpes de algum objeto, como uma pá. “Como não tem rastros de sangue em volta, tudo leva a crer que o crime tenha acontecido ali e ele tenha sido morto já dentro do buraco”, revelou o delegado Carlos Dirceu, que ficou responsável pelas investigações.

O moço tava de costas dentro do buraco. Suas calças e a cueca tinham sido arriadas, e ele tinha um pacote plástico com uma escova de dentes e pasta guardados no bolso. Os tiras estranharam as mãos do rapaz, que apesar do calorão dos últimos dias tavam cobertas com luvas grossas.

Como o corpo do pobre já tava bastante inchado e em estado de decomposição, a polícia acredita que a judiaria tenha rolado há dias. O moço foi recolhida pelos peritos do instituto Médico Legal (IML) de Balneário Camboriú, onde o corpo vai passar por exames. Os tiras vão esperar o resultado da autópsia pra poderem dizer exatamente como ele foi assassinado, e se o matador deixou pra trás alguma pista.

Por enquanto, o coitado ainda tá sem identificação. O delegado Carlos Dirceu disse que serão analisados registros de pessoas desaparecidas pela região nos últimos dias, pra tentar descobrir quem é o garoto.

  •  

Deixe uma Resposta